Menu
» » » » O que achamos de Heavy Rain (SEM SPOILERS)


Juninho Lima 19.9.13


- Exclusivo do PS3 (pois é, caixistas), HEAVY RAIN foi lançado em 2010 pela Quantic Dream e dirigido por David Cage (a mesma galerinha envolvida na criação de "Beyond: Two Souls", game que pode ser considerado "filho" de HEAVY RAIN).

- Se você é o tipo de gamer que só (SÓ) se interessa por explosões, cheiro de pólvora e grandes tiroteios sanguinários dos jogos de ação da atualidade, recomendo que nem chegue perto de HEAVY RAIN.

- O enredo de HEAVY RAIN gira principalmente entorno das investigações que procuram reconhecer, localizar e punir um serial-killer apelidado de "Origami Killer" (Assassino do Origami), um criminoso que ataca garotos com idade entre 9 e 12 anos, deixando-os cerca de 5 dias dentro de uma poça (*piscina-poço-buraco*) que vai se enchendo lentamente com a água da chuva, no intuito de afogar suas vítimas. E ao fim dos 5 dias, retira a vítima da grande poça d'água e a abandona em diferentes locais, tendo em comum, uma orquídea sobre o peito, lama cobrindo a face e uma figura de origami em uma das mãos (Daí o nome "Assassino do Origami" - ah vá).

Norman Jayden, Ethan Mars, Madison Paige e Scott Shelby são os protagonistas de Heavy Rain.

- A trama é fragmentada em pequenos capítulos (alguns não tão pequenos assim), e desenrolada através da vida e cotidiano de quatro protagonistas: Ethan Mars - Um arquiteto divorciado-deprimido-abalado-hashtag-chateado-feat-bolado que tem o relacionamento com seu filho, Shaun, desestruturado, decorrente de um acidente que mudou a vida de sua família; Madison Paige - Uma jornalista (pra lá de atiradinha, rç) que sofre de insônia crônica e realiza suas próprias investigações acerca do Assassino do Origami; Norman (Brad Pitt - James Bond) Jayden - Um agente do FBI enviado pelo governo dos EUA para ajudar a polícia nas investigações dos assassinatos, usando seu conjunto (futurista) de óculos de realidade aumentada (ARI - Added Interface Reality - Interface de Realidade Adicionada), que lhe permite organizar as pistas e solucionar enigmas do caso. Luta contra o vício de uma droga chamada "triptocaine"; Scott Shelby - Detetive particular contratado pela família das vítimas do "Assassino do Origami", se envolve com o caso à fim de estar a frente de todos, procurando pistas e testemunhas. No geral, cada protagonista tem sua atratividade, seja pela carga dramática de um pai que procura salvar seu filho e resolver seus conflitos psíquicos, ou até a mente intuitiva de um agente do FBI que procura por provas concretas antes de acusar suspeitos, mas vale citar também a determinação de uma jornalista corajosa e destemida, capaz de qualquer coisa (sério), pra conseguir suas próprias pistas, e a disponibilidade de um detetive particular que procura consolo para os familiares de suas vítimas.

- HEAVY RAIN tem uma jogabilidade e estrutura bem alternativa, baseada em QTE's (Quick Time Events). Você é colocado na pele de quatro protagonistas (eu sei que já leram acima, rá!), e seu papel é comandar os acontecimentos e desenvoltura do enredo, à partir de ações, respostas à diálogos e escolhas feitas. Mas não vá pensando que HEAVY RAIN é totalmente parado e tedioso. Por vezes, somos confrontados em momentos de tensão em que não há liberdade de tempo para raciocinar e achar a melhor alternativa aos conflitos apresentados, (por vezes agi no impulso gerado pela confusão psicológica que os momentos mais intensos do game trazem, me fazendo arrepender de decisões que no momento pareciam inofensivas). A questão central a respeito do impacto que HEAVY RAIN traz, é assistir o que o impacto de decisões, sejam certas ou erradas, causam na nossa vida, e na vida de outras pessoas. Como um lugar mal explorado, pode deixar passar uma pista importante, e colocar em questão, até onde o ser humano é capaz de ir pela pessoa que ama.


A chuva é a maior responsável pelo tom melancólico do game.

- O desfecho da história mesmo sendo um pouco (mas bem pouco) clichê, não deixa a desejar e realmente surpreende o telespectador. A partir desse ponto, é que o "fator replay" de HEAVY RAIN se instaura, já que no game, há 5 finais possíveis e já adianto que nem todos eles são bons, e isso é resultado de suas escolhas durante o thriller de suspense, o que nos força a curiosidade de saber o que aconteceria, caso mudássemos uma das escolhas em determinado ponto da história.

- Pessoalmente, me emocionei bastante jogando HEAVY RAIN, um game que te dá variadas sensações, mesmo nos pequenos detalhes, como a chuva incessante que dá um aspecto deprimente ao game, assim como sua bela e impecável trilha sonora, além de, é claro, os momentos em que devemos agir, fazendo escolhas pessoais, tentando pensar na influência futura ao enredo. 
Portanto, recomendo HEAVY RAIN à todos aqueles que desejam vivenciar diferentes sensações à frente de seu console, além de apenas correr-atirar-correr-atirar.

Nessa edição, o game sai por R$ 79,90

PS: Brasileiros que não tem conhecimento de inglês, não se preocupem. O game vem munido de legendas em PT-PT, que facilita muito o entendimento da história.

Texto: Juninho Lima
Imagens e revisão: Steven L. Andrade

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Esta é a última postagem.