Menu
» » » » » » » Das HQs para a TV: The Flash


Paloma Cristini 26.11.15


Muitas são as adaptações dos quadrinhos para as telonas do cinema, como por exemplo: Batman, X-Men, The Avengers, The Punisher, Spider-Man, DareDevil, entre diversas outras. Mas, atualmente, as HQs - as famosas Histórias em Quadrinhos, invadiram mais um espaço importante no que diz respeito à produções para a mídia televisiva, que são os seriados. 

As adaptações das HQ's para as séries de TV são a nova febre do momento, mas que tal falarmos de uma série especifica, que está fazendo tanto sucesso desde a sua estreia? Sim, vamos falar de The Flash. Assista o trailer da primeira temporada:


A história de Barry Allen contada de forma digna e emocionante


A série The Flash relata os acontecimentos da vida de Barry Allen (interpretado por Grant Gustin, o Sebastian de Glee), um dos velocistas que o enredo complexo da HQ possui. 

Barry Allen é um jovem cientista forense que, quando criança, presenciara o assassinato de sua mãe por algo "impossível". Quando teu pai fora preso, acusado de tal crime, Barry começou a morar e ser criado pelo detetive Joe West, que já era amigo da família Allen. West influenciou Barry a estudar e trabalhar como um cientista, determinado a juntar provas para descobrir quem (ou o que) matou sua mãe.

Após um acidente no funcionamento do acelerador de partículas dos Laboratórios STAR, construído pelo Dr. Harrison Wells e seus ajudantes, uma onda de partículas se espalhou pela Central City, atingindo algumas pessoas e as tornando meta-humanos (criando habilidades sobre-humanas, como controlar o tempo, força física fora do normal, multiplicar seu próprio corpo, etc.). Nessa onda, Barry Allen fora atingido por um raio e, após nove meses em coma, acorda com a incrível habilidade de correr na velocidade da luz. 

Com a ajuda de Cisco Ramon, a Dr. Caitlin Snow e do próprio Dr. Wells, Barry Allen e seus novos amigos juntaram forças para deter outros meta-humanos que querem abusar de seus novos poderes e, com essa pequena dádiva, finalmente progredir na investigação do assassinato da sua mãe. 

Para todos os públicos


Além de toda a responsabilidade de levar uma boa adaptação das HQs para o seriado, The Flash também se preocupou em atender não só os fãs geeks, mas também o maior publico que conseguir, expandindo para atingir os amantes de serie em geral: adultos, adolescentes e até crianças, tudo isso graças ao grande cuidado na elaboração do enredo de cada episódio apresentado ao público.

O seriado aborda muito a questão familiar e fala sobre o valor da amizade, o que deixa cada episódio único e cheio de emoção (quem não chorar em algum episódio, tem coração de pedra!). Essa parte também mostra o valor que a confiança em nossos amigos podem trazer nas nossas vidas, seja ela herói ou não, e também mostra que família não é somente definida por laços sanguíneos, e sim por quem ama e cuida sempre.

Aborda, também, o fato de saber lidar com suas responsabilidades e problemas do dia a dia, mostrando as consequências de seus atos, sejam boas ou ruins, e que podemos sempre recorrer a uma ajuda extra, deixando o ego de lado, mas algumas vezes temos que enfrentar os problemas sozinho, sem perder a coragem e o foco (e, até mesmo, o sorriso)!

E como todo bom seriado pede, as situações engraçadas em que Barry e seus amigos passam em Central City deixa tudo ainda mais divertido e mostra que, mesmo com essas situações estranhas, é possível ter uma vida normal, arrancando do espectador varias risadas. A série também possui cenas românticas e os casais mais fofos possíveis.

Quem já apareceu na série?

Aos curiosos de plantão, aqui estão alguns dos personagens que já apareceu ao longa das temporadas da série:

Barry Allen (Grant Gustin): o protagonista de toda essa trama e, também, o nosso querido velocista; vemos toda a sua evolução de adolescente normal à jovem herói que acabará com a vilania de Central City;
Dr. Harrison Wells (Tom Cavanagh): fundador do Laboratório STAR e criador do acelerador de partículas responsável pelos os meta-humanos de Central City; mais tarde uma reviravolta muda todo o curso de sua vida dentro da história
Cisco Ramon (Carlos Valdes): um dos físicos responsáveis na ajuda na construção do acelerador de partículas. Seu jeito nerd engraçado e esperto de ser torna a série ainda mais memorável. É responsável, também, pelos acessórios e trajes usados pelo The Flash; mais tarde, ele se tornará o Vibro;
Dra. Caitlin Snow (Danielle Panabaker): Bioengenheira que também estava envolvida com a construção do acelerador de particulas. Assim que a explosão do mesmo aconteceu, a doutora acabou perdendo tudo (sua carreira, seu noivo e um futuro, digamos assim), e decidiu ajudar a equipe do STAR Labs a deter os meta-humanos e ajudar The Flash; em um futuro próximo, ela será Nevasca.

Flash Reverso: O famoso rival de The Flash no universo DC. Na série, ele é conhecido como "The Man In The Yellow Suit". Ele possuí conexão total com Barry Allen e todo o assassinato de sua mãe;
Capitão Frio / Leonard Snart (Wentworth Miller): Um dos mais famosos vilões enfrentados pelo Flash, seja na HQ quanto na série. Leonard Snart, após ser impedido pelo velocista de roubar um carro forte, consegue roubar uma arma congelante, capaz de deter a velocidade do Flash, da propria STAR Labs (a arma era fruto de um projeto feito por Cisco, afim de deter Barry, caso algo desse errado). Isso torna Snart o famoso Capitão Frio;

Patinadora Dourada / Lisa Snart (Peyton List): Irmã de Leonard Snart. Segue a vida com o irmão após sempre sofrer com seu pai na infância, que era um policial corrupto, que acabara sendo preso. Se dedica ao irmão para, juntos, enfrentarem The Flash;
Onda Térmica / Mick Rory (Dominic Purcell): ajudante de Leonard Snart que sofreu queimaduras de segundo grau pelo corpo em um acidente. Ele acaba fugindo para trabalhar com Snart novamente, o que o torna obcecado pelo fogo. Com a posse de um lança-chamas, eles tentam, sempre, enfrentar e derrotar Flash para tomar conta de Central City;

Flautista / Hatley Rathaway (Andy Mientus): Ex-funcionário do STAR Labs, que também ajudara na criação do acelerador de partículas, mas assim que foi tentar avisar do riscos que isso traria, se ele fosse ativado, ninguém deu ouvidos a ele. Após a explosão, seu maior poder foi a audição aumentada, causando-lhe dores absurdas. Com isso, criou um dispositivo que controlasse tais dores e audições excessivas, deixando-o usar emissores sonoros em seus inimigos;

Gorila Grodd: um gorila usado pelo STAR Labs para a pesquisa de um soro que aumentava as capacidades mentais. Com a explosão do acelerador de partículas, a reação do soro em Grood fora aumentada, tornando-o mais inteligente e capaz de controlar a mente das pessoas.
Esses são somente alguns dos diversos personagens dos quadrinhos que a série já apresentou - e apesar de algumas caracterizações decepcionantes por causa do orçamento limitado para o porte da série, todas elas foram louváveis e épicas.

Deixando diversos espectadores e críticos de boca aberta, The Flash iniciou seu ano, em 2014, mostrando que seria uma série "tirada diretamente das HQs". Já com a ideia de produzir uma caracterização semelhante de quaisquer personagens que apareceriam na série, os produtores conseguiram, incrivelmente, obter o melhor resultado de adaptação possível, tornando The Flash uma das séries mais aclamadas pelos fãs e uma das melhores adaptadas para a Televisão.

O que mais chama a atenção, claramente, são as cenas de ação, com perfeitos efeitos cinematográficos, quando Flash enfrenta um meta-humano. Todas as batalhas são inesquecíveis.

Escola Ambulante


Não bastava ser completo e todo esse aspecto de trama e adaptação, a série também traz ao seu publico explicações básicas (ou nem tanto assim...) sobre física, assim como a introdução de assuntos teóricos como viagem no tempo-espaço, que podem desencadear alterações na linha do tempo. Todas essas teorias históricas são acrescentadas a série afim de liga-las as diversas histórias apresentadas no universo DC, seja em outras series ou nas próprias HQs.

O fato teórico de existir dimensões paralelas ao nosso mundo também é abordado na série de uma forma unicamente interessante.

Curiosidades e easter eggs


Muitos easter eggs aparecem durante a série, simplesmente para divertir seu publico e, algumas vezes dando pistas de quem ou o que pode aparecer ao longo do seriado, conectando-o ainda mais com o universo das HQs. 

Um dos principais easter eggs são quando personagens e cenários do universo DC são mencionados na série, exemplo disso é um dos locais de treinamento de Barry Allen já no primeiro episódio da série, que é Ferris Aircraft, o mesmo local de trabalho do piloto Hal Jordan antes do mesmo virar o Lanterna Verde.

Outras referências acrescentadas na série são por conta do personagem Cisco Ramon. O nerd mais querido do STAR Labs menciona frases bem famosas pelos geeks, como "Que a Força da aceleração esteja com você", referenciando a famosa frase da franquia Star Wars. Cisco, ao longo dos episódios, também cita outras séries de TV, como The Walking Dead, e algumas das camisetas que o personagem usa, sempre mencionam a série The Big Bang Theory.

A série é totalmente ligada a outra série da DC também, Arrow. Tanto é ligada que em um dos episódios da segunda temporada da série, Barry Allen faz sua primeira aparição, ajudando seu amigo Oliver Queen (Arqueiro Verde). Após esse episódio, Barry Allen já sofre o acidente que o tornara o Flash.


Vale a pena assistir?


Para todo amante do entretenimento e cultura geek, ou até mesmo para aqueles que adoram gastar seu tempo livre com algo prazeroso e, até mesmo, produtivo, The Flash é super recomendável para ser assistido naquele tempo em que se está sozinho ou até mesmo acompanhado por toda a família; e para os geeks que são viciados nas HQs do herói, o seriado é mais que obrigatório.

Ficha Técnica 

Titulo original: The Flash
Ano/Temporada: 2014/2 temporadas 
Criadores: Greg Berlanti, Andrew Kreisberg, Geoff Johns
Emissora de TV: Estados Unidos - Thw CW - Brasil - Warner Channel / Rede Globo
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Tom Cavanagh, Danielle Panabaker, Carlos Valdes, Jesse L. Martin, Rick Cosnett, Robbie Amell, Teddy Sears.

Créditos

Texto: Paloma Cristini
Revisão e Imagens: Juninho Lima

O artigo apresenta opiniões da autora e não do site Co-op Geeks

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga