Menu
» » » » » » O que achamos de Assassin's Creed Syndicate


Paloma Cristini 12.1.16


Com a nova geração dos games não indo tão bem assim quanto esperávamos, é normal que os jogadores exijam mais e mais dos produtores, e é isso que a Ubisoft andou fazendo nos últimos tempo - trazendo mais e fazendo mais pelo seu público, ouvindo seus fiéis jogadores e melhorando uma de suas franquias mais famosas - Assassin's Creed.

Lançado no dia 23 de Outubro de 2015 (sabemos que está um pouco tarde para uma análise, mas tá aqui), Assassin's Creed Syndicate veio para a todos agradar e tirar o sabor amargo deixado pelo título anterior. Se você é fã da série, fico feliz em te garantir que Assassin's Creed está voltando para os eixos.

ATENÇÃO: Esse texto não contém spoilers. Leia sem preocupações.

Aprimorando o que já conhecemos

Jacob e Evie Frye são irmãos gêmeos e os protagonistas da nova aventura da franquia de Assassinos.
Assassin's Creed Syndicate se passa em plena Revolução Industrial, em 1868 - a era Vitoriana de Londres, com foco em dois protagonistas, os gêmeos Jacob e Evie Frye, lutando por seus objetivos e os direitos dos trabalhadores.
Até aqui, nada de diferente nos aspectos já vistos nos Assassin's Creed - temos protagonistas com interesses condizentes com a época real em que vivem, porém os detalhes acrescentados nessa nova aventura, e a maior atenção na finalização e polimento do game, mostram que a Ubisoft realmente corrigiu alguns erros de Assassin's Creed Unity - inclusive a história, que está especialmente mais trabalhada.

Apesar de em muita coisa Syndicate lembrar Unity, é importante dizer que o game aprimora tudo o que conhecemos no título anterior, e diferente do mesmo, o jogo tem profundidade e é muito satisfatório - talvez a remoção do modo multiplayer para foco na campanha principal do jogo, tenha sido uma excelente escolha, apesar de acreditarmos que seria possível ver as missões cooperativas no jogo - um dos acertos de Unity.

Começando pelo enredo, Syndicate disponibiliza dois objetivos principais (isso mesmo, Jacob e Evie não trabalharam juntos em um mesmo propósito, e sim, ajudam um ao outro durante todo o game), onde Evie deseja encontrar um suposto novo Pedaço do Éden, e Jacob deseja livrar Londres das mãos dos Templários, formando os sindicatos. Isso acaba conectando sempre todo o enredo do game, dando aquele final de tirar o fôlego.

A Brilhante Londres


Os estúdios de produção responsáveis por dar vida a AC Syndicate estão de parabéns, pois conseguiram entregar uma Londres completa e impecável, munida de cada detalhe possível e, de bônus, ainda nos entrega detalhes atualizados de cada ponto turístico da cidade, personagens históricos, pinturas da época e até de flores (coisa mais linda), te dando uma verdadeira aula de História.

Já o mundo aberto do game não deixa a desejar em lado algum. Duplamente aumentado, comparado ao AC Unity, o game possui inúmeras missões secundárias no mapa, que precisam ser completadas para conseguir certos itens para dar aquele upgrade tanto na Evie, quanto no Jacob. Já as missões principais se dividem sempre entre Jacob e Evie, ou seja, você não irá jogar todo tempo com um dos irmãos, e sim intercalar entre os dois deixando o game bem equilibrado.

Tudo o que Unity deveria ter sido

A jogabilidade pode ser um ponto negativo de toda essa experiência, já que pouca coisa mudou e pode deixar o gameplay um pouco enjoativo (ficar apertando um mesmo botão diversas vezes quando se está cercado de inimigos, as vezes, chega a ser estressante). Fora isso, essa mecânica se adapta muito bem aos novos itens disponíveis para os jogadores, como o lança-cordas, que facilita muito qualquer ação durante todo o gameplay.

Por serem muito parecidas com as mecânicas do game anterior, a jogabilidade de Syndicate pode ser um pouco enjoativa. 
E o dizer de Evie e Jacob Frye? Protagonistas super carismáticos, que usam toda as suas habilidades únicas para nos impressionar e toda seu carisma para nos entreter e nos divertir - a relação de união e até discussão apresentada pelos irmãos será o ponto chave que fará o jogador se apaixonar por ambos.

A relação dos irmãos Frye com as figuras históricas, como Charles Darwin, Karl Mark, Rainha Victoria, A. Graham Bell e outros, também tornam AC Syndicate ainda mais memorável (mesmo que essas participações sejam bem rápidas).

Os gráficos nesse game melhoraram e muito depois de várias reclamações que a Ubisoft teve com AC Unity, nesse sentido. Os famosos bugs conhecido pela empresa ainda continuam aparecendo no gameplay, mas não tão constantemente como aparecia antes.


É notável um downgrade se comparado ao game anterior. No entanto, é totalmente compreensível e necessário, já que o jogo requeria muito dos sistemas da nova geração, que não o executavam muito bem.

As cenas construídas para o game estão perfeitamente sincronizadas e nenhum bug ou erro de frame foi apresentado, até então (os tais bugs podem acontecem, geralmente, na momento do combate e nas corridas com carruagens, apenas).

E, como sempre, as soundtracks nunca decepcionam. A mistura das OST's leves durante o passeio pelas ruas de Londres e OST's mais tensas em combate, coloca o jogador inteiramente no clima do jogo. Os efeitos sonoros estão impecáveis, como de costume na franquia, e a dublagem deixou a desejar (a dublagem americana ficou tão mal feita, que a brasileira deu de 10 a 0 e mostra que a dublagem no nosso país está melhorando cada dia mais). Ouça a música tema do jogo:



Vale a pena?


Assassin's Creed Syndicate é um pouco o que AC Unity não foi, apresentando algumas falhas no desenvolvimento ainda, mas mostra que a Ubisoft está ouvindo o público e fazendo as correções necessárias para que, de pouco em pouco, a franquia volte a ser o que era antes. Se você ainda não viu, confira o trailer de de história do game dublado em português do Brasil:


Essa nova aventura vale a pena ser jogada sem muitas expectativas, e sim sendo aproveitada ao máximo de tudo que o game oferece como "desculpas" para o público, não deixando de ser um ótimo game, mesmo com esses defeitos mínimos.




Enredo: 9

Jogabilidade: 7
Gráficos: 8
Criatividade: 8
Inimigos: 7
Personagens: 10
Diversão: 10
Soundtracks: 10

Nota Final: 9

Ficha Técnica

Titulo: Assassin's Creed Syndicate

Lançamento: 23 de Outubro de 2015
Plataformas: Playstation 4, Xbox One e PC

Créditos

Texto: Paloma Cristini

Essa análise apresenta opiniões e argumentos da autora, e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga