Menu
» » » » » » Você precisa assistir: Creed - Nascido para Lutar


Mateus Henrique 27.1.16


40 anos após o primeiro filme da saga Rocky ser lançado, eis que surge um mais um capitulo para o lendário o lutador interpretado por Silvester Stallone: uma luta dentro e fora dos ringues - Creed: Nascido para lutar.



O filme derivado da franquia Rocky, surgiu com uma proposta bem audaciosa: e se o filho desconhecido de Apollo Creed resolvesse seguir o mesmo caminho do pai? Um tanto pretensioso, não é mesmo? Poderia ser apenas mais uma forma de ganhar dinheiro com uma produção supérflua, mas o filme vai além disso – trazendo uma bela homenagem e nostalgia para os antigos fãs e uma grande história para os novos espectadores. Assista o trailer do longa:



Recapitulando

Para quem não se recorda, ou ainda não viu os filmes anteriores, Apollo Creed foi um personagem que esteve presente nos quatros primeiro filmes. Foi o primeiro rival de Rocky Balboa, além de acabar se tornando um grande amigo e companheiro. Apollo acabou morrendo durante uma luta, e o boxeador acabou se sentindo culpado por não ter parado a luta.


E é aí que surge, muitos anos depois, Adonis Johnson Creed, também conhecido como "Donnie" – interpretado pelo excelente Michael B. Jordan, que foi adotado pela viúva de Apollo, após passar muito tempo em reformatórios. 

O sonho de Donnie é lutar, mas ele não quer ser reconhecido como herdeiro de Apollo, ele quer montar seu próprio legado. Para seguir seu sonho, ele acaba deixando tudo para trás e vai atrás de seu sonho. Tendo lutado apenas em lutas armadoras e sem um treinador, Donnie acaba se mudando em um pequeno apartamento na Philadelfia. É aí que ele acaba encontrando Rocky, o antigo amigo do seu pai, no qual ele deseja que seja seu treinador.

Drama, homenagem e competência


O jovem diretor Ryan Cooler, demonstrou saber muito bem que dirigir uma sequência de Rocky, por mais paralela que fosse, não seria uma tarefa fácil - no entanto, ao mesmo tempo que implementa novidades a narrativa, gerando uma nova identidade, ele soube administrar muito bem a fórmula manjada dos títulos anteriores. 

Outro ponto alto da produção, se dá pelas homenagens e referências que ela carrega. Ao mesmo tempo que o filme homenageia Apollo Creed e seu legado, ele é um tributo ao melhor da série Rocky. Se tornando um filme obrigatório para quem acompanha a saga do lutador.

E antes que você se pergunte: SIM, EXISTE UMA HOMENAGEM A ICÔNICA CENA DA CORRIDA E TREINO DE ROCKY BALBOA:


Tecnicamente perfeito

O filme tem 2 horas e 13 minutos de duração, mas apesar de ser considerado um filme longo, ele anda no ritmo certo - em nenhum momento você vai se cansar. Os personagens são carismáticos e muito bem interpretados pelo excelente elenco de atores. Rocky está debilitado, mas ainda mantém a sabedoria e o bom senso de humor que sempre teve nos filmes. Donnie é carismático, simpático, consegue gerar um alivio cômico, logo consegue a simpatia do público. Mesclando bem os momentos de drama, ação e até um certo romance, Creed mantém o espectador atento o tempo inteiro.

As cenas de lutas são muito bem feitas, dispensa comentários. O que me veio a decepcionar foi à falta de uma trilha sonora marcante, isso falta bastante no filme (quem assistiu aos filmes antigos sabe do que eu estou falando). Além de que as cenas de treinamento são bem simples, não exibe tanta rivalidade entre os oponentes, coisa que era característica nos filmes anteriores – o treinamento de Rocky 4 é um bom exemplo. Isso não tira o brilho do filme, apenas poderia dar um ar mais profundo ao clima do filme. 

O que está esperando para encarar a nova luta?


Creed: Nascido para Lutar é cercado de um clima divertido e sério, contendo boas atuações e grandes momentos - Stallone foi indicado ao Oscar como ator coadjuvante pelo filme. Se você é um fã antigo da série Rocky, não irá se decepcionar. Se for um novo espectador interessado no filme, vale a pena ver e conhecer também os filmes anteriores.

Ficha Técnica

Título Original: Creed
Ano de Lançamento: 2015
Diretor: Ryan Cooler
Elenco: Michael B. Jordan, Silvester Stallone e Tessa Thompson

Créditos

Texto: Mateus Henrique

O texto apresenta as opiniões do autor, e não do site Co-op Geeks

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga