Menu
» » » » » » » » » Warcraft - A melhor adaptação de games para os cinemas


Paloma Cristini 23.6.16


Após a estreia e o sucesso de Angry Birds – O Filme, a comunidade gamer saiu das salas dos cinemas já querendo a próxima adaptação prometida para esse ano focado nos games que tanto amamos. Atendendo a esses pedidos, não deu muito tempo até vermos o filme Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos. Confira o trailer do longa:




A batalha entre dois mundos

A história narra a preparação para a batalha do povo de Azeroth contra a temível civilização de Orcs, que deseja tomar tal mundo para uma nova civilização da própria raça. Fazendo de tudo para que o portal entre esses dois mundos seja o menor de seus problemas, os heróis e vilões dessa história farão de tudo para proteger seus antes queridos e seu lar, e, com isso, suas decisões serão essências para o sucesso ou fracasso nessa jornada.

Protagonismo compartilhado

O fator chave e muito chamativo o filme todo são os personagens. Para o espectador assistindo, normalmente, ele consegue ver qual personagem se destaca e que é importante ali, mas se analisarmos a fundo, vem uma surpresa: o filme não tem um protagonista! 

Calma, vamos explicar: no mundo de Warcraft, é disponibilizado ao jogador quem ele quer ser e qual caminho ele pode seguir, dependendo de suas escolhas (num clássico RPG), fazendo com que todos que você encontra, ao longo de sua jornada, importante em batalha e até em suas decisões, e é isso que o filme conseguiu colocar na história.

Os personagens presentes no enredo mostram as classes presentes no jogo e algumas habilidades que eles possuem, além das armas usadas, evoluindo conforme o enredo, e isso transmite a sensação de identidade ao espectador, ou seja, você pode se identificar com o personagem que quiser e escolher quem é o seu herói ou vilão, te colocando para "jogar" em plena sala de cinema. Assim como no próprio jogo, todos os personagens no filme são importantes para completar o enredo cheio de surpresas e reviravoltas, e com cada um empenhando seu papel ao longo dos acontecimentos, fica difícil até pararpra ir ao banheiro.

Dando vida a Warcraft


Sendo um dos jogos de RPG mais influentes da história dos videogames, não poderiam entregar qualquer coisa, não é mesmo? Ainda mais para essa comunidade gamer tão detalhista, mas após vários anos de produção, conseguimos ter uma noção de que realmente valeu a pena esperar.

Como muitos sabem, a ação em batalha dentro de Warcraft tem que ser sempre o mais empolgante possível, passando entusiasmo para o jogador, e o filme entrega isso muito bem.


A ação no filme não traz aquela brutalidade e ferocidade toda que muitos esperavam, mas com certeza deixa qualquer um empolgado para saber qual será a próxima cena, já que o filme também foi produzido para aqueles que não fazem ideia de onde Warcraft vem.

Os efeitos usados para o filme é o detalhe mais maravilhoso a ser notado, tanto nos personagens quanto nos efeitos especiais. Nos personagens, esses efeitos, junto com a maquiagem sensacional trabalhada neles, as classes mais importantes vistas em World of Warcraft ganham vida, deixando qualquer um boquiaberto com tamanha realidade imposta neles.

Já na parte de efeitos especiais, isso se destaca mais nas cenas onde a classe dos Magos está em evidencia, dando vida as famosas habilidades de conjuração de feitiços que muitos já viram em alguma jogatina (para aqueles que são novos nesse assunto, o efeito nessa situação tem um efeito impactante), e também nas cenas onde o pouco de brutalidade é usado em batalha (não tem muito aparição de sangue, mas com certeza você verá.


Tudo isso com um cenário digno do mundo de Warcraft, gigantesco e muito bem detalhado, e também com a trilha sonora mais empolgante já colocada em alguma adaptação para os cinemas, já que os sons ficam somente na parte instrumental e focando na ambientação de cada cena, transportando o espectador para a batalha.

A melhor adaptação já feita


Terminando com a clara demonstração de que teremos mais filmes por ai, Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos foi a adaptação mais perfeita já feita de algum game, e os fãs não se decepcionaram em sair do PC por algumas horas para sentir essa experiência diferente, em ver World of Warcraft com outros olhos.

Ficha Técnica

Titulo Original: Warcraft
Ano de Lançamento: 2016
Diretor: Duncan Jones
Elenco: Travis Fimmel, Ben Foster, Toby Kebbell, Paula Patton e Ben Schnetzer

Créditos

Texto: Paloma Cristini

A análise apresenta as opiniões e ideias da autora do texto, e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga