Menu
» » » » » » A fórmula de sucesso das produções originais Netflix


Juninho Lima 24.8.16


Motivo de felicidade para muitos e preocupações para serviços de entretenimento pago, a Netflix é uma plataforma de stream de conteúdos audiovisuais, como filmes, séries, desenhos, animes, documentários e shows, que chegou de mansinho. Impressionando por seu preço justo e qualidade, o serviço tem ganhado cada vez mais espaço e após a inserção de produções originais, o sucesso só aumentou, e é isso que discutiremos hoje: afinal, qual a fórmula do sucesso dos originais Netflix?

Variedade



Atualmente, a Netflix conta com produções de muito sucesso como as séries: "Sense 8", "House of Cards", "Orange is the New Black" e a recente "Stranger Things", entre outros conteúdos como: "Bo Jack Horseman", o anime "Ajin", e documentários muito bem avaliados.

Além da clara variedade de conteúdo para todas as idades e preferências, é notável que as produções exclusivas da plataforma possuem um processo criativo singular e o direcionamento ao público é representativo e inclusivo. Confira um vídeo sobre o serviço:



Por mais que muitos conteúdos contem com investimento limitado e poucos recursos, existe um cuidado imenso em fornecer bons momentos ao espectador, e aí que entra uma arma utilizada recentemente pela Netflix: nostalgia.

Ressuscitando sentimentos



Só nesse ano a Netflix trouxe de volta dois grandes clássicos que marcaram gerações: "Full House" (Três é Demais) e "Gilmore Girls" (Tal Mãe, Tal FIlha). 

Ambas as séries fizeram muito sucesso em suas respectivas épocas, e trazê-las de volta, não só alegrou muitos fãs, como trouxe de volta aquele sentimento gostoso nostálgico.

Além de séries antigas com novas temporadas, o serviço apostou em "Stranger Things" - que é praticamente uma carta de amor aos anos 80, com direito a Winona Ryder e referência à cultura pop da época - um presente para todas as idades!

Seria muito interessante se no futuro outras séries que fizeram sucesso no passado voltassem como produções da Netflix, como "Goosebumps", "Buffy, a caça vampiros" e "Xena, A Princesa Guerreira".

Ousada e destemida



Diferente da maioria das produções audiovisuais, a Netflix não trabalha com impedimentos ou medo da recepção pública. Isso é nítido em produções como Sense 8 e Orange is The New Black, que não dispensam os temas pesados e as cenas de nudez e sexo, que de certa forma, complementam as séries de maneira natural.

Outro mérito com relação ao desprendimento do que pode ser "mal visto" pela sociedade, é a ousadia em abordar temas do cotidiano em uma linguagem direta e sem pudor, como visto em How to make a Murderer - um documentário episódico sobre um caso real que até os dias de hoje causa polêmica e rebuliço nos Estados Unidos e em "Narcos", a série sobre a vida do traficante Pablo Escobar.

Por mais que as produções da Netflix que mais se destacam sejam de classificação indicativa direcionada a adultos, o serviço de stream conta com produções leves e infantis, para todos os gostos e idades.

Parcerias de peso



Como se não fosse o suficiente produzir conteúdos independentes, a Netflix tem apostado em parcerias preciosas que têm rendido grandes séries, como é o caso da parceria com a Marvel, que gerou grandes sucessos como "Demolidor" e "Jessica Jones". As próximas produções do serviço com o estúdio já foram apresentadas e serão "O Justiceiro", "Punho de Ferro" e "Defensores" - grandes esperas para os próximos anos.

Outro destaque vai para MTV que se uniu a Netflix para produzir "Scream", que em sua primeira temporada conquistou o público.

O serviço já anunciou outras grandes parcerias na distribuição de conteúdo, como a "Cartoon Network" e a "Disney" que de tempos em tempos, completam o catálogo disponível para stream.

Qual a fórmula de sucesso, afinal?



Ousadia, nostalgia e o desejo de satisfazer os usuários, se preocupando com as idades e diferentes abordagens receptivas, fazem da Netflix um serviço singular com produções indispensáveis para qualquer público. Representatividade e cuidado são algumas das melhores qualidades das suas produções.

Se você ainda não é assinante da Netflix, nós não só recomendamos como precisamos dizer que você está perdendo - mas corre que dá tempo!

Créditos

Texto: Juninho Lima

O artigo apresenta as opiniões e ideias do autor do texto, e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga