Menu
» » » » Assassin's Creed: Um presente para os fãs


Paloma Cristini 13.1.17


O ano de 2017 já começou com a comunidade gamer toda ansiosa pelos diversos lançamentos que teremos ao longo desse ano, incluindo games de grandes franquias e até consoles.


Para dar aquele pontapé inicial e digno nesse gigantesco calendário, teremos que partir para os cinemas, onde o tão aguardado "Assassin’s Creed" está nas telonas!

Um novo assassino

Esse projeto se trata de uma adaptação, ou seja, não tem qualquer envolvimento direto com os games da franquia "Assassin’s Creed" em termos de história, entregando assim uma história única. Confira a sinopse e o trailer do longa:


No filme teremos Callum Lynch (Michael Fassbender), um homem que não teme diante o perigo e que acaba se tornando um criminoso depois de sua perturbadora infância. Após ser dado como morto pagando pelos seus crimes com a pena de morte, ele acaba acordando em uma das sedes do grupo cientista Abstergo, e lá descobre sua ligação genética com seu ancestral Aguilar de Nerha, membro da Irmandade dos Assassinos que viveu no século XV, na Espanha (época da Inquisição Espanhola). Através da regressão das memórias de Aguilar graças a máquina revolucionária Animus, a Abstergo se torna cada vez mais próxima de encontrar o artefato mais valioso do mundo e que contém a chave do conhecimento humano, a Maçã do Éden. 

A adaptação que deu certo


Ao que deu para perceber, já que a própria Ubisoft se encarregou de cuidar do projeto desde o começo, é que a produção teve o maior cuidado possível em transportar o mundo vivenciado em "Assassin’s Creed" dos consoles para o cinema, e isso deu muito certo.

Para começar, mesmo o enredo do filme sendo 100% original, ele ainda contém traços muito familiares das histórias que alguns dos jogos traz, como a descendência de Callum por exemplo, deixando os fãs ainda mais próximo e confortáveis com a proposta do filme.

O conflito entre Assassinos e Templários, sem dúvida, é o principal elemento que liga o filme com os jogos, já que é o elemento principal de toda a trama passada no material original.

As referências tornam o filme mágico para ao fãs - elas aparecem de surpresa e muito rápida entre uma cena e outra, mas se observadas bem, pode causar até emoção naqueles que amam Ezio Auditore e Altair, por exemplo. E não se assuste com o novo Animus, ele é bem amigável e tenho certeza que, após o filme, você vai querer vê-lo em um futuro game da franquia.



Infelizmente, o ar familiar fica realmente restrito ao público gamer. O filme tem um tempo limitado, fazendo com que muito da história seja cortada ou pouco explicada. Para o público em geral, "Assassin's Creed" causará inúmeros questionamentos e poderá até ser um filme bem confuso, já que não se explica ao todo o que é e o que faz, exatamente, a Maçã do Éden; pouco se explica também sobre os Assassinos e os Templários. Eles até tentam entregar um filme para o público como um todo, mas só quem já jogou alguns dos jogos da franquia que irá entender, sem se perder, o que eles tentaram explicar em duas horas e meia de filme.

Callum, o Desmond que todos queríamos


Sem dúvida, outro destaque do filme vai para a incrível atuação de Michael Fassbender como Callum Lynch. Fã declarado dos jogos, o ator também assina a produção do longa e se "Assassin's Creed" é grandioso e satisfatório para os fãs, boa parte do crédito deve ir para Michael.

É impossível não associar Callum a Desmond Miles e toda a sua história dentro da franquia - se um dia você sonhou em ver todos os acontecimentos dos games nas telas do cinema, esse sonho aconteceu em partes, pois o ator dá carisma e personalidade para o filme - sendo até mais empático do que Desmond. 

Todas as multifaces da brilhante atuação de Fassbender que já é conhecida está no filme, só acrescentando mais qualidades ao longa.

Não podemos esquecer também da outra parte do elenco, que também faz de "Assassin's Creed" um filme bem desenvolvido. Estou falando da Dra. Sophia Rikkin, interpretada pela atriz Marion Cotillard que é uma clara releitura de Lucy Stillman e é responsável pelas explicações dentro do filme para situar a todos. A atriz consegue passar a seriedade e carisma necessários para ser lembrada. 

Dando vida ao Animus


Mesmo com poucos elementos em 3D e efeitos especiais, o que muitos filmes de ação atualmente quase que exigem no currículo, "Assassin’s Creed" consegue dispensar tudo isso e entregar cenários e ambientes totalmente apaixonantes. Os momentos que se passam na Espanha, por exemplo, são tão lindos e empolgantes que você não irá piscar os olhos pra não perder nada!

A ação dentro do filme é bem limitada, mas quando ela acontece, deixa o público sem fôlego e entrega uma sequência de golpes, manobras e violência que tenho certeza que você jamais irá esquecer - as cenas de parkour estão excelentes e muito fiéis aos jogos, no entanto, elas poderiam ter aparecido mais vezes.


E a trilha sonora? Lembra-se de como ela foi questionada, e até mal recebida pelo público no trailer de anúncio do filme, por ser muito diferente do que o filme entregaria? Pois bem, isso foi somente enganação! Para o público em geral, os sons ambientes e as músicas causaram mais empolgação para saber o que vai acontecer em cada passo do filme, e já para os fãs atentos de plantão, é uma excelente e gostosa referencia as músicas e sons ouvidos durante as missões de alguns dos mais clássicos "Assassin's Creed" (sabe aqueles sons bem baixos, escutados em uma das tumbas em que Ezio transita, por exemplo? Se prepare para ouvi-las no filme).

Vale a Pena?


"Assassin's Creed" é um filme de ação satisfatório, no entanto, fica evidente que a concepção do roteiro e produção geral decidiu focar no público que já conhece os jogos - o que é um ponto negativo bastante forte, já que esse não deveria ser o intuito ao transportar uma história dos videogames para o cinema. 

Diferente de "Resident Evil - O Hóspede Maldito" conseguiu popularizar ainda mais a franquia de jogos, "Assassin's Creed" talvez não consiga o feito, já que dificilmente uma pessoa que não conhece o material original, se sentirá satisfeita e sem perguntas na cabeça. 

Com tudo isso, a produção se torna um projeto totalmente voltado para o público gamer e, mesmo faltando uma coisa aqui ou ali, deu pra ver que as adaptações estão sendo levadas a sério pelos produtores e que eles estão ouvindo cada vez mais a comunidade gamer e tentando entregar, assim, os games fora dos consoles para maior entretenimento e diversão dos jogadores.

Se você é fã da franquia "Assassin's Creed", o filme é mais que obrigatório - ele é um presente da Ubisoft para você! 

Ficha Técnica

Título Original: Assassin’s Creed
Lançamento: 14 de Dezembro de 2016 (EUA) / 12 de Janeiro de 2017 (Brasil)
Diretor: Justin Kurzel
Elenco: Michael Fassbender, Jeremy Irons, Marion Cotillard e Brendan Gleeson

Créditos

Texto: Paloma Cristini
Revisão: Juninho Lima

A análise possui opiniões e ideias da autora do texto e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga