Menu
» » » » » » CG INDIEca: This War of Mine


Douglas Hungaro 3.2.17


Nos últimos tempos os jogos independentes tem feito sucesso por serem inovadores e diferentes. Dentre esses jogos, surgiu em 2014 This War Of Mine do estúdio 11 bit. Trata-se de um jogo que coloca o jogador na pele de pessoas comuns tentando sobreviver a uma guerra fictícia - o jogo tirou sua inspiração no conflito ocorrido em Sarajevo, nos anos 90. Confira o trailer do game:


O outro lado da guerra

O foco do jogo não é ofensivo: você controla 3 (e algumas vezes 4) pessoas em um abrigo, onde o único objetivo é tentar sobreviver ao conflito. Neste ambiente, cada pessoa possui uma caraterística especial que faz com que ela seja essencial durante todo o período da guerra, tais como: cozinhar ou construir itens usando menos recursos, ser bom em furtividade nas caçadas noturnas ou simplesmente ser bom em ajudar os outros a não ficarem depressivos.


Dentro do abrigo o jogador precisa controlar os sobreviventes e dar-lhes um propósito durante o dia, como construir uma cama para dormir, criar ferramentas para exploração, armar armadilhas para conseguir carne para cozinhar, entre outras atividades e deve tomar cuidado para que as pessoas não fiquem tristes ou morram de fome ou fiquem doentes.

Com itens que são coletados durante caçadas à noite, os personagens podem criar itens como aquecedor, mesa de ferramentas e fogão para poder aumentar suas chances de sobrevivência. Durante a noite você escolhe se alguém irá visitar outros lugares em busca de suprimentos, se alguém ficará acordado vigiando o abrigo e quem dormirá - durante a noite seu abrigo pode ser invadido por outras pessoas que podem roubar seus itens e ferir os habitantes. Nas caçadas noturnas existe o perigo de invadir um lugar habitado e sair ferido em algum conflito, mas as recompensas nestes ambientes mais perigosos costumam ser maiores e melhores.

Um "The Sims" diferente


As mecânicas do jogo são semelhantes ao jogo The Sims, mas os temas abordados estão longe da visão de família perfeita e diversão que The Sims traz ao jogador: você acaba criando empatia pelas pessoas do seu abrigo a ponto de se sentir triste quando um deles acaba adoecendo ou (em último caso) falecendo. 

O gameplay é simples e intuitivo e bastante similar ao de The Sims: você seleciona um personagem e um objeto e ele irá interagir com este objeto. Todas as ações possuem um tempo e o jogo se baseia em um dia por vez. Durante o período da guerra surgem alguns ciclos que dificultam a sobrevivência (inverno rigoroso e aumento dos conflitos) fazendo com que o jogador precise ficar atento à temperatura da casa e ao status das pessoas, que ficam frequentemente com fome, cansadas e deprimidas.  

A trilha sonora é simples, mas combina com o clima sombrio do jogo. As músicas acabam sendo um pouco repetitivas, mas por se tratar de um jogo que funciona através de um ciclo de um dia elas acabam combinando. Os gráficos são simples, mas você percebe que o estúdio teve um cuidado para transmitir um clima de guerra urbana. O efeito usado nos cenários acaba escondendo alguns defeitos (tal como a neblina do primeiro Silent Hill), mas esse truque funciona muito bem.

O sofrimento psicológico que o jogo transmite através das ações dos personagens é bastante realista - principalmente com a DLC The Little Ones que introduz crianças ao abrigo. Os habitantes constantemente falam frases que exemplificam seu estado mental, muitas vezes reclamando da guerra e se lamentando por não estarem em melhores condições ou por não terem fugido da cidade enquanto havia tempo. Confira o trailer da DLC:



As crianças da DLC surgem como um alívio ao sofrimento, mas quando elas ficam tristes e deprimidas os demais personagens do abrigo acabam ficando ainda mais tristes, sentindo-se culpados pelo sofrimento dos pequenos. Nestes casos não há brinquedo que deixe uma criança feliz…

Cada personagem tem uma breve biografia contando sua história e se você conseguir finalizar o jogo mantendo essa pessoa viva, você descobre o desfecho da história pessoal dela - e esse desfecho nem sempre é um final feliz.

A paz que todos buscamos


This War Of Mine é um jogo inovador por mostrar o outro lado da guerra nos videogames: ao invés de sermos soldados lutando para conquistar um objetivo, somos seres humanos tentando sobreviver ao perigo do qual não pedimos para participar. 

O jogo une personagens diferentes que, durante um período de dificuldade se unem para sobreviver, deixando de lado quaisquer preconceitos ou discriminações. Este não é um jogo leve e fácil de jogar, mas é um jogo necessário para quebrar alguns tabus e mostrar que videogame também pode falar de coisa séria!

Ficha Técnica

Título Original: This War of Mine
Lançamento: 14 de Novembro de 2014
Plataformas: PlayStation 4, Xbox One e PC

Créditos

Texto: Douglas Hungaro
Revisão: Juninho Lima

O artigo apresenta opiniões e ideias do autor do texto e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga