Menu
» » » » » » Existe a necessidade de uma segunda temporada de Thirteen Reasons Why?


Gabriel Borges 7.6.17


Thirteen Reasons Why é uma das séries mais recentes da Netflix. A série aborda diversos assuntos, como bullying, a falta de preparação dos profissionais escolares ao instruir pessoas nos temas que permeiam os adolescentes, além de problemas psicológicos, problemas sociais e familiares. Contudo, ela gira em torno de uma personagem que já está morta. Será que vale a pena continuar a trama e de que modo isso poderia ser feito?

ATENÇÃO: Este post CONTÉM SPOILERS da primeira temporada de Thirteen Reasons Why se você ainda não assistiu, prossiga por sua conta em risco.


"Os Treze porques" é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Jay Asher. A série conta a história de Hannah Baker (Katherine Langford) uma garota que estava no colegial e que, devido a uma série de acontecimentos com sua vida, decidiu cometer suicídio. Clay (Dylan Minnette), o protagonista, recebe várias fitas sem saber o motivo e descobre que todos que recebem estas fitas estão nelas. As fitas são gravações de Hannah, explicando os motivos que a levaram a cometer suicídio e como essas pessoas estão ligadas à isso, sendo, o próprio Clay, um dos "porquês" que levaram Hannah Baker a tirar a própria vida.

Em menos de uma semana de lançamento a série teve uma fan-base absurda, deixando o nome marcado na história da Netflix, sendo a série mais conhecida e popular em menos tempo. A série também nos marca por sua trilha sonora maravilhosa, que conta com Selena Gomez, Joy Division, Billie Eilish, The Cure e muitos outros. Playlist Oficial de Thirteen Reasons Why.

Um mês depois do lançamento, foi anunciada a segunda temporada de Thirteen Reasons Why para 2018 e a questão que fica é: Será que deveria existir uma segunda temporada?

A mensagem de Thirteen Reasons Why é sobre os seus atos, repensar as suas atitudes, na forma que você trata as pessoas, no jeito em que você julga os outros sem saber o que acontece na vida deles. Em pequenas atitudes que você pode mudar o dia de alguém e a vida de alguém. A primeira temporada mostrou os "Motivos" e a segunda mostraria as "Consequências"?


Thirteen Reasons Why é uma série que causa um grande impacto e grande identificação nos telespectadores, em um universo "inventado", porém realista. Esta temporada mostrou Hannah Baker e os motivos que a levaram a cometer suicídio, trazendo uma identidade, uma essência á série que, talvez prolongando sua história, seja por "lucro" ou por ter uma grande fan-base, pode acabar sendo uma má ideia. A série em si atende expectativas por ser realista e "pesada" para pessoas que estão em situações como a de Hannah. Fazer uma segunda temporada com personagens sendo presos, ou qualquer coisa do tipo, poderia ser feito em uma "mini-série", em poucos episódios, pois os jovens estariam terminando o ensino médio na primeira temporada, no cenário principal que é a "Escola Liberty".

Contra isso temos uma fan-base enorme, aclamando por mais Hannah e Clay, ou ver alguns personagens se dando mal, mas vale lembrar que Hannah Baker morreu, se não fossem as fitas não teríamos nem um diálogo de Hannah Baker, as imagens e pensamentos que vemos de Hannah só estão na série por causa das fitas. Ao perceber isso os fãs se revoltariam e suas expectativas teriam um fim? A Netflix iria criar um roteiro onde Hannah "vive no pensamento de alguns personagens"? Isso não soaria enjoativo? A série manteria sua essência e identidade, se mantendo nos trilhos? Nos resta esperar e ver se a Netflix consegue superar essa maravilhosa série!

Créditos:

Texto: Gabriel Borges
Revisão: Bruno Bolner

O artigo apresenta as opiniões e ideias do autor do texto e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga