Menu


Bruno Bolner 21.9.17


Os japoneses sabem criar histórias originais sensacionais, que chamam a atenção e geram milhões de fãs e seguidores. Pensando nisso, esta segunda parte das 5 Animações Japonesas Obrigatórias foi criada para que você conheça outras 5 animações japonesas que são essenciais para quem é fã de animações e/ou histórias incríveis!

One Piece: Strong World



O 10º filme de uma das franquias de maior sucesso no Japão, One Piece: Strong World foi lançado em 2009, mais uma vez pelo estúdio Toei Animation. Dirigido por Munehisa Sakai e escrito pelo próprio Eiichiro Oda em conjunto com Hirohiko Uesaka. Não foi encontrado no site do governo a classificação indicativa, mas, geralmente, os materiais de One Piece são +10


Sinopse:
Depois de alguns anos desaparecido após sua fuga de Impel Down, Shiki, o Leão Dourado, antigo inimigo do Rei dos Piratas Gol D. Roger, volta à ativa e chega a Thriller Bark, onde começa a executar o plano que levou esse tempo todo para concretizar e finalmente conseguir sequestrar Nami. Agora, Luffy e sua tripulação precisam ir atrás de Shiki para impedir que ele realize seus planos e salvar a vida de Nami.

A Garota que Conquistou o Tempo



A Garota que Conquistou o Tempo foi dirigida por Mamoru Hosoda e teve seu lançamento lá em 2006, pela Madhouse. Foi baseado no romance homônimo lançado em 1967, contando uma história sobre viagem no tempo. Não está catalogado no portal de classificação indicativa do governo federal.


Sinopse:
Uma adolescente chamada Makoto Kono em seu terceiro ano do ensino médio passa por eventos estranhos até que descobre que ela tem a capacidade de viajar através do tempo. Assustada com seu novo poder e novas experiências Makoto confia em seus amigos Chiaki e Kousuke que inicalmente não acreditam em tal façanha. Com o tempo, ela tenta usá-lo para sua vantagem e como meio de ajudar o presente, mas logo descobre que adulteração do tempo pode levar a grandes consequências.

Perfect Blue



Para quem gosta de suspense psicológico e animações, Perfect Blue é uma boa opção. A animação é baseada no homônimo de Yoshikazu Takeuchi e foi lançada em 1997, também pela Madhouse. Recebeu 5 indicações a prêmios, vencendo 3 deles, e foi inspiração em grandes produções americanas, como Cisne Negro e Réquiem para um Sonho, ambas de Darren Aronofsky. Também não há registros no portal do governo.


Sinopse:
Mima Kirigoe é uma cantora pop de uma banda CHAM!, mas decide se tornar uma atriz, tendo como primeiro projeto uma série de crime dramática. Muitos de seus fãs ficam chateados com sua decisão e uns deles, obcecado por Mima, começa a perseguí-la e a enviar mensagens a chamando de traidora. Decidida a ignorar tais fatos, ela se preocupa com sua personagem na série que sofrerá um sequestro em um dos episódios. Sem ter noção da possibilidade de ser afetada pela cena, Mima fica traumatizada e começa a não saber distinguir a realidade da ficção. Seu problema maior começa quando seus colegas de trabalho são assassinados e as provas apontam para ela mesma.

Cinco Centímetros Por Segundo



Cinco Centímetros por Segundo é uma animação da CoMix Wave Films, produzido por Makoto Shinkai e lançado em 2007, é um longa que conta uma história romântica, cheia de emoção e com um toque artístico. Dividido em 3 partes, como se fossem 3 curtas de animação, o filme ganhou uma adaptação em mangá. Não há classificação do portal do governo.

Assista ao trailer (inglês).

Sinopse:
Contada em três segmentos interligados, entre o início dos anos 1990 e 2007, um jovem chamado Takaki Tono e sua melhor amiga Akari Shinohara moram em Tóquio. Devido à mudanças no trabalho de seu pai, Akari acaba se transferindo de cidade com sua família, mas os dois lutam para manter um contato através de cartas. Seus desencontros são constantes e os dois acabam se afastando com o tempo, deixando apenas as memórias de momentos juntos. Novas pessoas surgem em suas vidas, mas Takaki não esquece de Akari, que mesmo com o tempo passado, tem a esperança de encontrá-la novamente.

Metrópolis



Metrópolis é uma animação baseada no mangá de Osamu Tezuka. O filme foi lançado em 2001 pela Madhouse, com suporte conceitual da Tezuka Productions, e contou com a direção de Rintaro e Katsuhiro Otomo, que trabalhou no roteiro de Akira. A classificação no Brasil é 14+.

Assista ao trailer (inglês).


Sinopse:
Metrópolis é uma cidade futurista onde os humanos e os robôs vivem juntos. O local é dominado pelo imenso edifício Ziggurat, onde mora a elite da sociedade, já os pobres são condenados à vida subterrânea. Enquanto detetive Shunsaku Ban e seu sobrinho Kenichi investigam sobre o tráfico de órgãos, eles descobrem a existência do cientista rebelde Laughton e de sua cria, Tima, uma garota-robô destinada a tomar Ziggurat.

Agora é só escolher o filme e boa sessão!

Créditos

Texto e Revisão: Bruno Bolner

O artigo representa as opiniões do autor do texto e não a opinião do Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga