Menu
» » » » » » » Game of Thrones 07x07 - The Dragon and the Wolf


Felipe Cavalcante 6.9.17



A season finale da sétima temporada de Game of Thrones trouxe algumas surpresas interessantes, porém, também foi um episódio que começa arrastado e deixa à mostra algumas inconsistências de roteiro. 



Começamos com Jaime e Bronn em algum ponto fora de Porto Real, eles discutem sobre as razões de um soldado lutar na guerra e a ironia de estarem cercados por soldados, os Imaculados e como tudo, no final, se resume a pintos. Além disso, Bronn discute como Tyrion preferiu escolher o lado dos desfavorecidos. Então, uma trompa é tocada e o khalasar de Daenerys cavalga para se juntar aos Imaculados no cerco, e Bronn observa que, provavelmente, logo eles serão os desfavorecidos.

Enquanto isso, todos os personagens principais se preparam para um grande encontro no Fosso dos Dragões. Missandei pergunta a razão dele ter sido construído e Jorah explica que foi necessário devido ao perigo constante que era ter vários dragões soltos por aí. Então, temos um reencontro de Podrick e Tyrion, além do encontro entre o Cão e Brienne.


Convenção das Bruxas
A reunião é iniciada com algumas intrigas entre Tyrion e Euron, no qual o líder Greyjoy lança várias provocações ao anão, mas é impelido por Cersei. Euron sai de cena e resolve se esconder nas suas ilhas, alegando que lá ele estaria seguro até todos se matarem em terra firma. O "pacote" de origem "prá lá da muralha" é apresentado e todos ficam impressionados. Mesmo com a demostração, a rainha de Westeros não se convence e termina com a convenção.

Nosso querido Tyrion resolve arriscar a vida e ter uma conversa a sós com a irmã para tentar convencê-la do real perigo que correm, e ambos acabam revirando os fatos que levaram-os a tomar caminhos distintos. Por fim, Tyrion sai com a palavra de Cersei de que ela irá ajudar Jon e Daenerys na luta contra os Caminhantes Brancos.


Fedor, no more!
Theon resolve resgatar sua dignidade e pede permissão para ir em busca de Yara, capturada por Euron, nos episódios anteriores. Ao encontrar os antigos aliados, que se preparavam para partir, Theon precisa provar que deixou "Fedor" no passado, lutando com um dos guerreiros que o resgatou.


Sansa rainha, Mindinho nadinha
Em Winterfell, Sansa resolve acabar de vez com as intrigas entre ela e Arya, convocando um julgamento. Todos os grandes nomes do Norte estão presentes e Sansa despeja todas as grandes traições do réu, Mindinho, remetendo a acontecimentos que culminaram na guerra dos 5 reis, como o assassinato dos Arryn, a tentativa de assassinato a b, a "venda" da própria Sansa aos Bolton e as mentiras que transformaram Lannisters e Starks em inimigos.

O plot de Mindinho se encerra em uma das melhores cenas de toda a série com o réu, que chega a implorar de joelhos antes de receber o que todos nós esperávamos há tempos tanto merecia pelas mãos de Arya, logo após Sansa dizer as palavras "Eu demoro, mas eu aprendo!" .


Voltamos a Porto Real e nos deparamos com Jaime e Cersei conversando sobre estratégias de guerra e o que cada um aprendeu com seu falecido pai. Jaime é ameaçado por Cersei e ele, voltando a ser o Jaime de antigamente, bate de frente com a rainha. Cersei fica, de uma vez por todas, sozinha em seu palácio real.

Jonerys
O episódio corta para o arco de Sam, onde descobrimos que ele finalmente leu o diário abandonado do meistre e, após chegar em Winterfell, tem um encontro com Bran. Uma cena de Jon e Daenerys se pegando, enquanto ambos estão viajando para a grande guerra, é mostrada sob a narrativa de Sam e Bran, que conversam sobre o passado do rei do norte. Ao ouvir o que Sam descobriu, o jovem Stark entra em transe e vê o casamento dos pais de Jon, revelando de uma vez por todas, que o sangue Targaryen corre nas veias do bastardo. A cena de incesto é exibida sem diálogos entre os envolvidos e concluída com a aparição da bundinha de Jon na tela! Obrigado, HBO!


Era uma vez, uma Muralha...
Outra coisa que esperávamos desde os primórdios da humanidade acontece, com a queda da muralha pelas mãos, ou melhor, pelas labaredas azuis do dragão de gelo, em uma bela cena onde o Rei da Noite monta em Viserion. O exército de mortos-vivos, agora, tem o caminho livre para marchar em direção ao sul e causar a destruição de Westeros.


Com o fim desta temporada, ficamos no limbo até 2019, ano em que está prevista a estreia da última temporada de Game of Thrones, que contará com apenas 6 episódios. Teremos que aguardar até lá para saber como será o desfecho de um dos maiores programas de televisão da última década. Só nos resta torcer para George R.R. Martin lançar o tão aguardado sexto livro das Crônicas do Gelo e Fogo.

Créditos

Texto: Felipe Cavalcante e Bruno Bolner
Revisão: Bruno Bolner

O texto apresenta as opiniões dos autores do artigo e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga