Menu
» » » » » » » » » » » » » » » » » » » O que achamos da BRASIL GAME SHOW 2017


Val Emboava 18.10.17


É meus amigos, mais um ano está chegando ao fim e com ele se vai essa edição HISTÓRICA da BRASIL GAME SHOW de 2017, dedicada especialmente para amantes e entusiastas dos games. Estivemos lá por 4 dias inesquecíveis e vamos contar um pouco de como foi a experiência esse ano.

Atrações internacionais em peso!
Kojima e sua legião de fãs na BGS.
Lembrem-se deste ano: 2017. O ano em que Hideo Kojima (vulgo Hideus Kojima), criador do Icônico Metal Gear, colocou seus pés em terras tupiniquins.

Também tivemos presenças de outras grandes figuras importantíssimas do meio retrô, tais como Ed Boon (criador do Mortal Kombat), Nolan Bushnell (fundador do ATARI) e David Crane (criador do Pitfall).

Como grande destaque da feira, Hideo Kojima veio ao Brasil e nos encantou com sua humildade e carisma. 

Recebeu o troféu exclusivo do evento, o “Life Time Achievement Award”, que lhe foi entregue por um fã. Além do prêmio, deixou também sua marca no “Wall of Fame” da BGS e foi jurado de cosplays no stand da Kinoplex. Mas que homão!

Em seus painéis de quinta e sexta, Kojima respondeu algumas perguntas da imprensa especializada brasileira. Abaixo algumas das principais respondidas por ele:

- Quando você decidiu trabalhar com jogos?
HK – “Quando eu estava na faculdade, costumava jogar Super Famicom e foi ali que me aproximei e vi a oportunidade de trabalhar na criação de jogos.”.

- Qual o seu jogo favorito, e por quê?
HK – “É uma pergunta muito difícil de responder, mas se fosse para escolher eu diria que ‘Super Mario Bros.’ que me influenciou bastante. Se não fosse por esse jogo eu não estaria aqui hoje.”.

- Qual foi o seu maior desafio na criação de jogos?
HK – “Tive vários desafios, mas considero a própria criação de um jogo um desafio muito grande. Requer muita qualidade, um nível de trabalho muito alto. Meu trabalho é difícil, pois sempre tenho que criar algo novo.”.

- Que conselhos você daria a quem quer começar a carreira com games?
HK – “ O mais importante é você nunca desistir, nunca parar de criar e continuar sempre.“.

- O que mais você gostou do Brasil e da BGS?
HK – “Gostei muito das pessoas, estou muito impressionado com os fãs emocionados e apaixonados.”.

Na quarta feira tivemos a oportunidade de dar nossos cumprimentos em seu Meet and Greet. Como não tínhamos nenhum item para ele autografar, decidimos improvisar:



Sim gente, isso é uma nota de 5 reais que o Val deu para ele autografar, será que é assim que se valoriza a moeda nacional?

Ao decorrer do tempo que Kojima esteve no Brasil, pudemos notar uma leve abrasileirada em seu espírito. Abaixo uma foto que explica exatamente o que quero dizer:



Pois é... esses 3 dias ao lado desse ícone passaram tão rápido... e a única certeza que temos é que a história de amor entre Kojima e o Brasil é reciproca. Obrigado mestre, foi uma honra!

A feira não se trata de jogos? Então vamos a eles!

Devido a absurda procura pelos stands mais famosos da BGS, e suas filas colossais para testar os jogos, não conseguimos jogar muita coisa esse ano, mas isso não quer dizer que não terá uma parte especial para as desenvolvedoras e seus principais jogos e franquias aqui no nosso artigo.

Xbox


Com a presença especial de Phil Spencer, chefão do Xbox, a Microsoft permitiu que os visitantes da feira testassem seu mais novo produto, o Xbox one X, que está previsto para chegar ao Brasil no mês de dezembro.

Além de poder testar o novo console, o stand da Xbox trouxe também um arsenal de jogos exclusivos da empresa para a alegria dos visitantes, dos quais alguns ganham destaques, como: Forza Motorsport 7, Sea of Thieves, Killer Instinct, FIFA 18, Dragon Ball Fighter Z e a febre do momento, Cuphead.

Playstation


Possuindo um stand robusto e super animado, o pessoal da Playstation também marcou presença na feira fazendo brincadeiras com o público e sorteando brindes. Além de jogos, como os aguardados Detroit Become Human, Call of Duty World War II e Monster Hunter, a empresa anunciou que o Playstation VR chegará ao Brasil oficialmente em dezembro.

Com esse anúncio, alguns jogos da plataforma VR puderam ser testados pelo público, sendo eles alguns já lançados como Resident evil 7 e outro que está em evidência na mídia, The Impatient, que nada mais é que uma prequel do exclusivo da sony, Until Dawn.

Os visitantes também puderam testar títulos já lançados pela Playstation, como Uncharted: The lost Legacy, Horizon Zero Dawn, entre outros.

Ubisoft


Com um jejum de dois anos, a Ubisoft volta com um título de peso: trata-se de Assassin's Creed Origins. Com novas mecânicas, e uma jogabilidade sem igual, o novo jogo da franquia promete inovar com uma história situada no Egito antigo, explicando a origem dos assassinos templários.

Outro título da desenvolvedora que tem seu merecido destaque, é Far Cry 5. Muito bem recepcionado pela mídia especializada, ganhou destaque na E3 2017, mostrando seu gameplay cheio de mecânicas novas. Na BGS não foi diferente, as pessoas tiveram a oportunidade de testar esse jogo, e logo em seguida puderam tirar uma foto no stand personalizado.

Alguns outros jogos da empresa puderam ser jogados pelo público também, dentre eles South Park: A fenda que abunda força, e Just Dance.

CD Project Red


A desenvolvedora do nosso amado Geralt de Rivia, da franquia The Witcher, também compareceu na BGS 2017 com seu stand de GWENT, jogo de cartas derivado de The Witcher 3 Wild Hunt. Contando, inclusive, com um campeonato entre os pró players mais habilidosos do jogo.

Se você tem interesse pelo jogo, ele está em uma versão Beta, que pode ser baixado gratuitamente no PS4, Xbox e PC.

Warner Bros


A maior distribuidora de jogos no Brasil também compareceu: trata-se da Warner Bros. Além de um palco com atrações o dia inteiro para o público, a empresa também ofereceu os principais títulos que eles distribuem por aqui. Sombra da guerra, LEGO Super Heroes 2, Injustice 2, Marvel vs. Capcom Infinite e Need for Speed Payback estavam na lista.

Área Indie

É uma área muito especial para quem queria conhecer mais de perto o desenvolvimento de jogos Indies aqui no Brasil. O espaço era gigantesco e contava com as principais empresas do ramo. A galera teve a chance de bater um papo com os desenvolvedores e jogar seus respectivos jogos.

O veredito!

A Brasil Game Show 2017 não decepcionou, apesar da E3 ter sido bem morna esse ano, o evento conseguiu se manter firme ao anunciar grandes ícones da indústria dos games. As desenvolvedoras também estão de parabéns por apresentar stands temáticos, acolhedores, alegres, e o melhor de tudo, com um conteúdo digno para o público.

Um agradecimento especial à equipe de assessoria de imprensa da BGS, que nos tratou como se fôssemos seus filhos, incentivando, assim, nossa presença confirmada na edição do ano que vem!

See u guys next year!


Créditos

Texto e imagens: Val Emboava
Revisão: Bruno Bolner

O artigo apresenta as opiniões do autor do texto e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga