Menu


Bruno Bolner 19.7.19


Em 16 de julho de 1969 a espaçonave Apollo 11 foi lançada ao espaço com a missão de levar Neil Armstrong, Michael Collins e Buzz Aldrin à Lua. Com pouso realizado em sua superfície no dia 20, somente após seis horas da alunissagem que o homem pode caminhar pela primeira vez na lua, representado por Armstrong, já no dia 21. Com a ajuda de Aldrin, os dois coletaram materiais para pesquisas e se encontraram com Collins para retornar ao nosso planeta. Os três astronautas amerissaram na Terra no dia 24 de julho do mesmo ano.

Por isso, no dia 20 de julho comemora-se a primeira viagem que levou o homem a pisar na Lua e, por este motivo, listamos alguns filmes, documentários, jogos e livros sobre o tema, pois, em 2019, comemora-se o aniversário de 50 anos dessa conquista histórica!

Da Terra à Lua


100 anos antes da NASA enviar seus astronautas ao espaço, Julio Verne já imaginava como seria a experiência do homem em uma viagem desse tipo. O famoso escritor lançou o livro De la Terre à la Lune (Da Terra à Lua) em 1865.

Sinopse: Após o fim da Guerra da Secessão, os membros do Gun Club (com sede na cidade americana de Baltimore), de pretensões militares e envolvidos principalmente com a indústria de canhões, anseiam por uma nova empreitada armamentista. O presidente do famigerado clube, Impey Barbicane, propõe construírem o maior projétil já visto e enviá-lo à Lua. Fonte: L&PM

Há algumas coincidências do livro com a expedição do homem na lua, como a descrição do módulo espacial com três astronautas, o local de partida da nave em Tampa (EUA) apenas a 30 km de distância de onde foi o lançamento da Apollo 11 cem anos depois e as semelhanças do nome do personagem Michel Ardan com os nomes dos astronautas Michael Collins e Buzz Aldrin.

O livro de Verne inspirou H.G. Wells a escrever The First Men in the Moon (Os Primeiros Homens na Lua, em tradução livre) em 1901 e que, por sua vez, inspiraram o filme Le Voyage dans la Lune (Viagem à Lua), de Georges Méliès, cuja trama envolve um grupo de homens que viaja para a Lua em uma cápsula lançada por um canhão gigante e são capturados por "homens-lua". Este filme foi lançado em 1902 e revolucionou o cinema como a primeira obra cinematográfica de ficção científica.

2001: Uma Odisséia no Espaço


Um ano antes do homem ir para a Lua, Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke lançavam 2001: A Space Odyssey (2001: Uma Odisséia no Espaço), um filme e livro de ficção científica, que conta a história de uma estrutura em forma de pirâmide encontrada na Lua que servia de transmissor para uma raça alienígena que havia descoberto, há muito tempo atrás, a possibilidade de desenvolver vida inteligente e civilização na Terra.

O filme, que é baseado no conto The Sentinel (1951) do próprio Arthur C. Clarke, recebeu muitas indicações a prêmios, dos quais se saiu vencedor na maioria deles. É interessante apontar que o filme foi produzido em paralelo à criação do livro e, apesar de ambos terem sido criados simultaneamente, as mídias possuem muitas diferenças entre si. Vale a pena conferir as duas obras.

Autobiografia de Michael Collins


Após o sucesso da viagem à Lua, veio a fama, as condecorações e homenagens. Em 1974, Michael Collins lança sua autobiografia, Carrying the Fire: An Astronaut's Journey (O Fogo Sagrado: A Jornada de um Astronauta), onde conta sua trajetória até se tornar um astronauta, relatando sua experiência como um dos 3 homens que foram para a Lua.

Em sua edição brasileira, o livro foi dividido em 2 volumes. O primeiro volume trata da época de piloto de provas e seus primeiros passos na NASA, até a missão Gemini 10. O segundo volume continua sua história até a missão Apollo 11. A autoria do livro é de Michael Collins e Charles Lindbergh.

Lunar Lander


Com a curiosidade e fascinação pela ficção científica, reforçada pela conquista do homem ao pisar na Lua, muitos filmes, séries, desenhos animados, livros e jogos foram ganhando vida ao longo dos anos. Uma dessas homenagens é Lunar Lander, um game desenvolvido pela Atari para Arcade e lançado em 1979.

O jogo simula, de certa forma realista, a alunissagem de um módulo de pouso no satélite natural da Terra, onde o jogador precisa ficar atento ao solo, combustível e velocidade para realizar o pouso com segurança. Para quem tiver curiosidade em joga-lo, há uma versão oficial do game em flash disponível no site da IGN.

Apollo 13


Se você pensa que todas as pesquisas pelo espaço realizadas pelos americanos tiveram sucesso, está enganado. Durante a Guerra Fria, os EUA estavam numa disputa geopolítica com a União Soviética, quando os soviéticos lançaram o Sputnik 1, em 1957, o primeiro satélite artificial da história, e os americanos sentiram o impacto. Os soviéticos mostravam poder nuclear e desafiavam a superioridade militar, econômica e tecnológica que os EUA reivindicavam, ocasionando na Corrida EspacialQuando os americanos pensaram em colocar o primeiro homem em órbita da Terra, lá estava Iuri Gagarin, em 1961, o soviético que se tornou o primeiro homem a ir para o espaço, dando uma volta completa em órbita ao redor do planeta.

Com a intenção de ir além dos soviéticos, os EUA decidiram pisar na Lua, fundaram a NASA e iniciaram o Projeto Apollo. Porém, logo de cara, paralisaram abruptamente o Apollo 1 devido a um incêndio que levou 3 astronautas à óbito.

Em 1970, em sua terceira missão para pousar na Lua com o Apollo 13, outro acidente acontece, causando uma explosão do módulo de serviço, impedindo a descida do satélite em solo lunar. E é exatamente esta história que Ron Howard adapta em 1995 sob o título Apollo 13.

Com roteiro baseado no livro Lost Moon: The Perilous Voyage of Apollo 13, de Jim Lovell e Jeffrey Kluger, o longa recebeu diversas indicações e prêmios nas cerimônias do Oscar, Golden Globe, BAFTA e SAG Awards. Além disso, o longa também possui a icônica tagline "Houston, we have a problem" (Houston, temos um problema) dita pelo personagem de Tom Hanks, frase esta, baseada na fala original "Okay, Houston, we've had a problem here" (Ok, Houston, tivemos um problema aqui) dita pelo astronauta John Leonard "Jack" Swigert Jr.

In the Shadow of the Moon


Entre 1968 e 1972, foram lançadas 9 naves espaciais à Lua pelos EUA e 12 homens pisaram em sua superfície. Com tantas missões espaciais, erros, acertos, acidentes, tensão, medo, alívio e alegria vivenciados pelos astronautas que viajaram pela NASA, muita história tinha pra se contar. Com isso, em 2007, foi lançado In the Shadow of the Moon (Na Sombra da Lua, em tradução livre), um documentário com imagens inéditas e entrevistas exclusivas, que conta as histórias dos astronautas das missões Apollo.

David Sington e Christopher Riley receberam críticas positivas por seu documentário, que lhes renderam algumas indicações e um prêmio do Independent Investigations Group (IIG) em 2008, por promover o ceticismo científico na mídia.

Lunar


Em 2009, a Lua foi tema de outro filme de ficção científica: Lunar. Neste enredo, um homem experimenta uma crise pessoal enquanto enfrenta o final de sua missão na Lua, que já dura 3 anos. É o filme de estréia de Duncan Jones (Contra o Tempo, Warcraft), lhe rendendo indicações e prêmios de melhor diretor e filme em diversas premiações, com o ator Sam Rockwell impecável no papel principal.

É notável, em Lunar, as inspirações de Kubrick, trazendo cenários minimalistas, um enredo com um bom peso dramático, um roteiro bem construído e com um final que dá todas as respostas das questões levantadas durante o longa.

Moonbase Alpha


Apesar de focada em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial, a NASA também desenvolve jogos. Dentre seu portfólio, destaca-se Moonbase Alpha (2010), uma game de simulação espacial imersivo, com modo cooperativo online, onde o objetivo é explorar o solo lunar para realizar pesquisas científicas, identificar a possibilidade de colonização pela raça humana, mapeamento de toda a superfície da Lua e realização de conserto de máquinas e robôs. O jogo está disponível na Steam e é gratuito.

Toda a extensão do universo é fascinante para uns, assustadora para outros, desinteressante para tantos outros. Mas as pesquisas realizadas fora da Terra, que tiveram grande impacto com as viagens à Lua, foram responsáveis por diversos avanços tecnológicos. É difícil não ter caído em alguma conversa sobre a ida do homem à Lua, com alguém (ou você mesmo) questionando se a missão realmente aconteceu. Mas fica aqui estas obras que podem trazer conhecimento, reflexão ou só diversão por alguns momentos.

Quem tiver interesse em conhecer mais sobre algumas das agências espaciais do mundo, seguem os links:

Créditos:

Texto: Bruno Bolner
Revisão e imagens: Bruno Bolner

O texto apresenta as opiniões do autor do artigo e não do site Co-op Geeks.

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga