Menu
» » » » » » » » Good Omens - um Fim dos Tempos diabolicamente divino


Felipe Cavalcante 25.12.19


Belas Maldições, a adaptação do livro escrito por Neil Gaiman (o autor de Coraline, Deuses Americanos e Stardust) e Terry Pratchett (o autor da série Discworld) finalmente saiu do papel e se tornou uma mini-série de seis episódios produzida pela Amazon Prime, e estrelada por nada mais nada menos que David Tennant, como o demônio CrowleyMichael Sheen, como o anjo Aziraphale, que apesar de serem criaturas completamente opostas, acabaram se tornando amigos improváveis e passaram a gostar um pouco demais de sua vida na Terra, porém tudo muda quando os dois descobrem que o Apocalipse está próximo e o Anti-Cristo será entregue. Logo, o anjo e o demônio decidem impedir a chegada do Fim dos Tempos e para isso, impedir que o jovem filho de Satã chegue ao auge do seu poder enquanto ele ainda é uma criança, o que eles não sabem é que eles estão de olho na criança errada...

Um anjo e um demônio



A primeira coisa que precisamos destacar nessa série é a maravilhosa química entre Aziraphale e Crowley, e o modo como os dois acabam se completando. 
A motivação dos dois para impedir o Fim dos Tempos também é incrível: os dois acabaram se acostumando com a Terra, com os bons vinhos, os restaurantes, os livros e tudo o que faz a vida valer a pena. Desse modo os dois acabam fazendo uma espécie de acordo de que Crowley tentará "cumprir" o plano inefável de Destruição e Aziraphale tentará impedi-lo, mas é claro, isso acaba indo por água abaixo tanto quanto um Dilúvio.

As Belas e Acuradas Profecias de Agnes Nutter



Enquanto isso, temos dois personagens igualmente opostos começando suas buscas: a bruxa Anathema Device (Adria Ajorna), a descendente da bruxa e profetisa Agnes Nutter, que está seguindo as profecias de sua ancestral para encontrar o Anticristo e impedir o Fim dos Tempos. Ao mesmo tempo o jovem Newton Pussifer (Jack Whitehall), o último e extremamente azarado descendente de caçadores de bruxas, que depois de ser expulso do seu emprego acaba sendo recrutado pelo Sargento Caçador-de-Bruxas Shadwell (Michael McKean), um caçador de bruxas que não tem dinheiro algum e divide um apartamento com uma das personagens pérolas dessa série: Madame Tracy (Miranda Richardson), uma prostituta semi-aposentada que também posa de vidente nas horas vagas. 
As cenas de interação entre os personagens não somente são hilárias em diversos momentos, como o jeito como tudo vai se entrelaçando é muito bem feito. Cada personagem tem o seu momento de contribuição 



Simples humor Britânico



O humor da série é simplesmente muito bem executado, tanto na química incrível que podem ter um anjo e um demônio, nas subversões e paródias dos clichês de Fim do Mundo e nas tiradas nonsense que sempre acabam surgindo uma hora ou outra dentro da série. Só na forma como os Anjos e os Demônios se comportam, as interações deles com os humanos e diversas outras tiradas bíblicas temos um prato cheio para quem gosta de um humor genuinamente britânico.


Belas Maldições é uma série muito bem feita e que merece ser vista, com efeitos visuais de razoáveis até incríveis, um elenco maravilhoso e com um texto divino. 




Créditos

Texto: Felipe Lima
Revisão: Felipe Lima

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga