Menu
» » » » » » » » » » » » » 10 super-heróis trans das HQs


Felipe Cavalcante 29.1.20


Em 29 de janeiro se comemora o Dia da Visibilidade Trans aqui no Brasil, um dia marcado para lembrar dessa parte das pessoas que também compõem a sigla LGBTQIA+ e sua uta por visibilidade e direitos e para celebrar essa data reunimos diversos personagens das HQs que são super-heróis e que também são pessoas trans. Apenas fazendo um adendo aqui que nesse texto estão incluídos pessoas trans, ou seja qualquer pessoa que não se identifica com o gênero que lhe foi atribuído, incluindo  trans não-binários.


Sera, a Valkíria (Marvel)


Sera é uma Anchorite, um pequeno grupo de anjos masculinos sem asas que foram mantidos dentro de um templo no Décimo Reino e fez sua primeira aparição nas HQs de Angela, uma meia-irmã de Thor. Ela foi a única deles que se identificava como uma mulher e depois de ajudar Angela a matar uma criatura que vivia em seu templo fugiu com ela e se tornou sua amante.

Ela também possui um anel mágico que permite que ela use o corpo de Malekith (sim, o vilão de Thor: Mundo Sombrio) enquanto está no mundo mortal. Dizem os rumores que ela seria a personagem trans que algumas fontes disseram que será apresentada futuramente nos filmes da Marvel e talvez em Thor: Amor e Trovão...

Xavin (Marvel)


Xavin faz parte do grupo dos Fugitivos e é da raça Skrull, tendo a habilidade natural de mudar a vontade de forma podendo assumir uma forma masculina e feminina. Xavin veio à Terra por causa de uma complicada promessa dos pais de uma membro do grupo, Karolina Dean, que teve sua mão prometida para Xavin para evitar um conflito.
Karolina Dean que é lésbica e teve seus sentimentos românticos rejeitados por outra membro do grupo, Nico Minoru, então à pedido de Karolina, Xavin tomou uma forma feminina e humana.
Por diversas vezes nas HQs algumas pessoas questionam Xavin sobre a identidade do seu gênero e Xavin explica que para todos os Skrulls "mudar de gênero não é diferente de mudar a cor do cabelo", implicando que a identidade de gênero dos Skrulls é completamente fluída. Dentre os seus poderes estão a invisibilidade, a manipulação de fogo, a projeção de campos de força e a habilidade de voar.

Dreamer (DC Comics)


Nia Nal é uma super heroína que tem sua primeira aparição na série Supergirl e tendo como base uma personagem antiga da DC, Nura Nal, a Garota Sonhadora. Nia tem ancestralidade alienígena Naltoriana que lhe dá a habilidade de precognição que se manifesta em sonhos proféticos. Ela começa a série como uma repórter da CatCo, trabalhando com Kara Denvers e ao descobrir os seus poderes eventualmente resolve ajudar a Supergirl, além de na quarta temporada começar um romance com Brainiac-5.


Loki (Marvel)



Acredite ou não, mas sim, Loki é um personagem trans não-binário nas HQs. O deus das mentiras recentemente nos quadrinhos teve um momento junto dos Jovens Vingadores, depois de assumir uma forma adolescente, em que ele revelou que a visão do gênero é bem diferente para todos os asgardianos, e além disso ele passou um bom tempo na forma de Lady Loki, algo compatível com sua personalidade da mitologia nórdica, na qual Loki tem a habilidade de mudar de forma, gênero e etc.

Uma noção frequente das pessoas é de que a fluidez de gênero tem que ser relacionada à expressão de gênero (o modo como as pessoas agem, se vestem e etc.), contudo, um dos roteiristas das HQs, Al Ewing, confirmou que Loki é uma pessoa trans gênero fluído e mesmo em uma das edições do arco Pecado Original, o deus Odin se refere a seus filhos como "meu filho, minha filha e minha criança que é os dois", se referindo ao Loki.

Coagula (DC Comics)


Coagula - cujo nome verdadeiro é Kate Godwin, se torna parte do grupo Patrulha do Destino. Ela foi uma das primeiras personagens transexuais a serem retratadas nas HQs, fazendo sua primeira aparição em setembro de 1993. 

Depois de ter relações sexuais com Rebis, um ser radioativo que costumava ser o Homem-Negativo, ela adquiriu poderes também. Ela pode solidificar líquidos e liquefazer sólidos, tornando qualquer substância sólida ou líquida dependendo de sua vontade com apenas um toque, então tomando o seu codinome de super-heroína e se juntando para lutar contra o crime.

Koi Boi (Marvel)


Ken Shiga é um estudante de ciência da computação da Universidade de Empire State e secretamente um super-herói e parceiro de luta da Garota Esquilo sob a identidade de Koi Boi

Ele teve a sua primeira aparição no volume de Unbeatable Squirrel Girl #9, onde demonstrou ter diversos poderes marinhos como o poder de se comunicar com a vida marinha, o seu corpo consegue se adaptar para sobreviver debaixo do oceano, além de conseguir respirar debaixo d'água e também tem super-agilidade. Embora não tenha sido afirmado nas HQs, já foi confirmado pela co-criadora do personagem, Erica Henderson, que o personagem é trans.

Porcelana (DC Comics)


Porcelana - cujo nome verdadeiro é Kani - é um personagem criado por Gail Simone (Aves de Rapina) para a equipe Sexteto Secreto, que consiste em criminosos e vilões que são subornados para realizar missões secretas infiltrados. 

Kani se identifica como gênero fluído, o que significa que pode se apresentar tanto no masculino, quanto no feminino, além disso também é um personagem negro. Os seus poderes consistem em induzir fragilidade em objetos pelo toque; isso significa que não importa o quão duro seja a substância, Porcelana pode torná-la frágil e estilhaçar como vidro com a sua arma preferida: uma marreta de aço.


Aerie (DC Comics)


Aerie é um metahumano e membro dos Revolucionários e que se identifica como não-binário. A sua primeira aparição aconteceu no sexto volume de Esquadrão Suicida, quando a equipe estava em uma missão em Badhnísia, um pequeno país localizado numa ilha nas proximidades da Indonésia.

Aerie é o filho da presidenta da Badhnísia, Mishra e possui um enorme par de asas de penas azuis e verdes que pode usar para voar, além do poder de empatia e comunicação com os animais.

Masquarade (DC Comics)


Masquarade é um membro do grupo Sindicato do Sangue (Blood Syndicate), tendo feito sua primeira aparição nas HQs em torno de 1993. Ele é negro, nascido na cidade de Dakota e um homem trans, como foi descoberto pelo o seu colega e membro da equipe Fade, que é homossexual, mas eventualmente conseguiu chegar em termos com sua transgeneridade. 

Os poderes de Masquarade são basicamente de manipular a própria estrutura molecular de tal forma que ele pode mudar a sua aparência para um objeto inanimado, um animal ou uma pessoa de acordo com a sua vontade.

Shvaughn Erin (DC Comics)


Shvaughn Erin é uma mulher trans que vive na Terra em torno do século 31, além de ser uma oficial da Polícia Científica, um braço policial dos Planetas Unidos. Ela tem muito orgulho e respeito pelo trabalho da Legião dos Super-Heróis e fica muito feliz quando é designada como a oficial que faz ligação entre eles e os outros oficiais.

Eventualmente ela começa um relacionamento com um dos membros da equipe de heróis, Jan Arrah, o Transmutador (Elemental Lad) com quem vive um lindo romance e ajuda no combate ao crime.



Então por enquanto esses são alguns personagens trans das HQs, tanto da Marvel, quando da DC para esse Dia da Visibilidade Trans!


Créditos

Texto: Felipe Lima
Revisão: Felipe Lima

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga