Menu
» » » » » » » Loki - 1x03 (review COM SPOILERS)


Felipe Cavalcante 24.6.21

Imagem de capa: o Loki, interpretado por Tom Hiddleston, em uma camisa branca com gravata preta, em pé ao lado de Sylvie, uma mulher loira com uniforme verde com detalhes dourados e capa com pelos, em pé ao seu lado e ao fundo mesas destruídas e anúncios em cor néon coloridas com textos alienígenas.

O terceiro episódio de 'Loki' já chegou na Disney Plus e tivemos segredos revelados, planetas sendo destruídos e talvez uma aliança se formando? 

Neste episódio temos o confronto de Loki (Tom Hiddleston) e a Variante (Sophia Di Martino) através do tempo e espaço em um episódio mais lento, porém, ainda interessante para construir a dinâmica entre os personagens.


ATENÇÃO! Este review conterá SPOILERS do terceiro episódio de 'Loki' da Disney Plus. Leia com atenção.



No início do episódio, temos o confronto entre Loki e a Variante, que retornam ao quartel-general da A.V.T, e descobrimos um pouco mais sobre o plano dela de destruir o status quo de toda a Autoridade de Variância Temporal

A cena da invasão de Sylvie, como iremos descobrir que a Variante agora se chama, demonstra o quão focada e preparada ela está para lutar nesta missão, além de totalmente sem paciência com Loki.

Contudo, com a luta, os dois acabam então sendo transportados e ficando presos no ano de 2077 na lua Lamentis-1, um lugar que está prestes a ser destruído pela colisão de seu planeta, e, relutantemente terão que trabalhar juntos para não morrer. 




Aqui, precisamos falar um pouco sobre a fotografia deste episódio, que, apesar de não avançar tanto na trama da já curta temporada da série, cria um desenvolvimento entre os dois personagens com a iluminação deste planeta lindamente criado por computação gráfica e numa atmosfera de ruína e antecipação de destruição que é muito bonita de se ver.

Mesmo com todo o ar de abandono das cidades daquele lugar, ainda existe uma certa beleza na forma como a direção de arte e de fotografia da série construiu os cenários de desolação com um céu roxo alienígena e o abandono de toda a civilização.



Outro destaque deste episódio foi diminuir a barreira entre Loki e Sylvie ao colocá-los em pé de igualdade na velha trama de dois inimigos que precisam se ajudar, mesmo que não confiem um no outro.

Loki está na posse do Time Pad, a pequena máquina que os Agentes Minuto utilizam para viajar no tempo e espaço, que está sem energia e precisa recarregar, e Sylvie é a única que sabe como fazê-lo.

E já que nenhum deles têm uma opção melhor sobre o que fazer, então a melhor decisão é se unirem no plano de alcançar a capital do satélite e hackear a energia da Arca, uma nave de fuga para onde os mais ricos daquele lugar estão se dirigindo em um trem. 



E é no caminho para a Arca que começamos a conhecer um pouco mais as diferenças e as semelhanças entre Loki e Sylvie. 

Ambos são hedonistas, espertos e mentirosos não confiáveis e, claro, agora canonicamente bissexuais (ou pansexuais, no mínimo).

As diferenças, porém, também são notáveis: ela, por algum motivo ainda desconhecido, deseja destruir a A.V.T. e ele, ao contrário dela, que teve sua mãe ao lado por um bom tempo em sua vida, aprendeu magia e pelo visto viveu bem menos desgraças que Sylvie, mesmo que isso fique implícito no texto do roteiro deste episódio.

Seja lá o que tornou Sylvie tão diferente do Loki que conhecemos, isso também parece ter alguma ligação com a A.V.T. e também sobre o quanto ela sabe sobre os misteriosos Guardiões do Tempo, já que ela revela para Loki que todos os agentes da A.V.T. são variantes roubadas de suas linhas temporais alternativas.


Por fim, depois que Loki se embriaga demais e os dois são lançados do trem com o Time Pad destruído, eles precisam enfrentar o caos do fim da civilização em Lamentis-1.

A sequência de ação final em que os dois precisam lutar, evitar ser capturados e/ou evitar prédios desabando e os destroços de meteoritos caindo e arrasando tudo foi um brinde para para quem estava achando o episódio muito parado.

Uma nota: temos esse momento estranho em que Loki consegue parar um prédio no meio do ar e fazer com que ele retorne ao seu lugar e esse é um poder que ele nunca manifestou antes. Será que isso significa que ele roubou uma joia do tempo da sala da A.V.T. e usou todo esse tempo apenas para descobrir mais sobre Sylvie?



Os esforços dos nossos dois Lokis acaba sendo em vão, pois os dois chegam tarde demais e a Arca é destruída, deixando ambos presos num apocalipse de um satélite prestes a ser destruído por completo e sem ninguém para salvá-los.



Créditos


Texto: Felipe Lima

Revisão: Felipe Lima e Júlia Capuano


«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga