Menu
» » » » » » » » » » » Loki - 1x04 (review COM SPOILERS)


Felipe Cavalcante 30.6.21

Imagem: fundo de padrão marrom com dourado e um relógio, e na frente, o personagem Loki, interpretado por Tom Hiddleston, um homem branco e magro, de olhos azuis e longos cabelos pretos, em um uniforme de prisioneiro bege com detalhes vermelhos e uma coleira eletrônica no pescoço.

O quarto episódio de 'Loki' já chegou na Disney Plus e tivemos um episódio emocionante, devastador e que nos deixou gritando por mais.

Neste episódio temos Loki (Tom Hiddleston) e a Sylvie (Sophia Di Martino) ainda presos em Lamentis, enquanto Mobius (Owen Wilson) e a Caçadora B-15 (Wunmi Mosaku) começam a descobrir segredos sobre a AVT.


ATENÇÃO! Este review conterá SPOILERS do quarto episódio de 'Loki' da Disney Plus. Leia com atenção.


O quarto episódio de Loki é o que finalmente trouxe a série para outro nível. Não que os três episódios passados não fossem bons ou não tivessem seus momentos grandiosos, mas este episódio era o que precisávamos para ficar na ponta da cadeira o tempo todo. 



Começamos o episódio em Asgard, com um flashback do momento em que a jovem Sylvie foi capturada pela A.V.T. e pela própria Agente Ravonna (Gugu Mbatha-Raw), e, apesar de ser apenas uma garotinha, conseguiu roubar um Time Pad e desde então esteve sempre fugindo. 

E é no presente, explicando a sua história pregressa para Loki durante o fim do mundo de Lamentis que os dois conseguem formar uma conexão e serem achados por Mobius, já que isso forma um novo ramo na Linha do Tempo. 

A relação entre os dois ao mesmo tempo é complexa e ainda simples: os dois são a mesma pessoa, mas ao mesmo tempo não são, e, como Mobius coloca mais tarde no episódio, a natureza narcisista e caótica de Loki o faria se apaixonar por ele mesmo. Então, faz sentido... apesar de que também seria interessante que Loki e Mobius tivessem uma relação. Vamos lá MCU, faça acontecer.


Ao serem capturados temos o confronto de Mobius e Loki, que visivelmente frustrado com Loki decide puni-lo ao colocar ele num doloroso e hilário loop temporal sendo socado na cara por Lady Sif (Jaimie Alexander). E é sempre ótimo rever a Lady Sif, mesmo que seja por apenas alguns minutos.


Imagem: o personagem Agente Mobius, interpretado por Owen Wilson, um homem branco com bigode escuro, cabelos loiros curtos, em um terno marrom com faíscas brancas ao seu redor, enquanto ele se desintegra.

Temos um pouco mais da personagem Ravonna, que, como dava para suspeitar desde o segundo episódio, parece saber muito mais do que transparece. 

Além de mentir para Mobius dizendo que a Agente C-20 (Sasha Lane) havia morrido com efeitos colaterais do encantamento de Sylvie, ela também está escondendo de todos a verdade: que todos os agentes da AVT são variantes com memórias apagadas.

E é extremamente satisfatório ver a atuação de Owen Wilson conectando as pistas depois de ouvir o lado de Loki e começar a sair da caixinha da AVT. A amizade de Mobius e Loki foi um dos pontos emocionais principais desta série e ver ele sendo apagado da existência foi um soco no estômago. Se a série não nos compensar terminando com esse personagem ganhando um jet ski não sei o que farei.


Também tivemos tempo para redimir a agente B-15, que depois de reviver suas memórias ao ser controlada por Sylvie, começa a questionar a sua realidade e finalmente percebe que ela mesma é uma variante. Todos ali são variantes e tudo o que lhe resta é ajudar Sylvie e Loki. 



Por fim temos o confronto com os Guardiões do Tempo... e eles são apenas andróides. Com a ajuda da agente B-15, Sylvie e Loki derrotam os agentes minuto e descobrem que os Guardiões são apenas uma mentira, uma invenção de alguém para impedir que o multiverso exista. 

Mas quem está por trás disso? E por qual razão?

Talvez seja o futuro e especulado vilão do MCU, o personagem Kang, o Conquistador? Não dá para saber ainda. 

Imagem: Sylvie e Loki na sala dos Guardiões do Tempo, um lugar escuro e cavernoso, e Loki é atingido por trás e começa a desaparecer em faíscas.

O final do episódio, no entanto, ainda nos reserva algumas surpresas. Primeiro, temos a cena chocante do nosso Loki sendo apagado da existência por Ravonna e Sylvie talvez agora conseguindo respostas.


Imagem: três personagens em pé nos destroços de um mundo com prédios enormes e destruídos, um é um homem negro em uma armadura preta com um manto de pele branca, segurando um martelo de bronze como arma, um é o Kid-Loki, um garoto de cabelos pretos com um elmo de chifres dourados, roupas verdes e pretas segurando um crocodilo com um elmo de Loki, e ao lado, um outro Loki, com roupas verdes e amarelas berrantes, um elmo de chifres longos e velho.

E temos a revelação de que Loki não foi apagado da existência, mas apenas mandado para outro lugar desconhecido, onde encontra ele mesmo, ou melhor, eles mesmos. 

É isso aí, agora temos Loki para dar e vender, e vamos esperar pelo penúltimo episódio desta temporada ansiosamente.



Créditos


Texto: Felipe Lima

Revisão: Felipe Lima e Júlia Capuano


«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga