Menu
» » » » » » » » » » 14 ideias para spin-offs de A Lenda de Aang e A Lenda de Korra


Felipe Cavalcante 9.7.21

Imagem de capa: uma imagem dividida com o Avatar Aang, um garoto de doze anos careca, com uma tatuagem de seta azul na cabeça, roupas antigas em tons de laranja e amarelo, segurando um bastão e ao lado Korra, uma adolescente, de pele escura, cabelos castanhos, olhos azuis, em roupas azuis com detalhes brancos, uma faixa ao redor de um dos braços musculosos, cruzados na frente do corpo. Ao fundo de ambas as ilustrações temos um fundo azul e um vermelho, com símbolos em espiral desenhados.


Com o anúncio do Avatar Studios, a nova sub-divisão da Nickelodeon para a produção de novos desenhos animados e filmes do universo de A Lenda de Aang e A Lenda de Korra que tem planos de lançamentos por cerca de "mais vinte anos" como revelado pelos criadores de Avatar em uma entrevista recente, temos muitas novas possibilidades para novas histórias do "Avaverso".

No mundo dividido por quatro nações: Terra, Fogo, Água e Ar, a pessoa que domina os quatro elementos, o Avatar, procura servir como aquele que deve trazer equilíbrio para o mundo e sempre reencarna num ciclo infinito, ressurgindo em cada uma das nações, o que dá material para que os criadores Bryan Konietzko e Mike DiMartino possam brincar com em diferentes épocas, conceitos e ideias para enriquecer ainda mais a sua franquia.

E quais histórias podem ser contadas por eles em novas animações e filmes? Existem algumas possibilidades a serem exploradas no universo de Avatar e vamos listá-las agora.


A Lenda de Kyoshi

Imagem: a Avatar Kyoshi, uma mulher com uma maquiagem branca com detalhes marrom em seus olhos, com um chapéu com meio-sol feito de bronze, vestes verdes com detalhes verde-escuros e marrom e segurando um par de leques marrom-claros em uma região de floresta.


Uma das personagens mais interessantes de Avatar e muito reconhecida pelo público, a Avatar Kyoshi, que nasceu no Reino da Terra antes do Avatar Roku e teve uma das vidas mais interessantes dentre os Avatares passados. 

Ela era filha de dois criminosos: uma acólita renegada dos Nômades do Ar e um ladrão de uma família de atores empobrecida, de quem herdou o estilo de maquiagem e seus leques de guerra. Aos dezesseis anos, depois de viver uma vida difícil e ser adotada por um sábio do Ar, Kelsang, ela viu um de seus melhores amigos ser erroneamente identificado como o novo Avatar e enfrentou terríveis consequências. 

Além disso ela criou a Ilha de Kyoshi ao enfrentar Chin, o Conquistador, quando ele tentou dominar o Reino da Terra.

Kyoshi também viveu cerca de 230 anos e foi a maior Avatar (com os maiores pés também), e teve a maior parte de sua vida contada em duas novelas escritas por F. C. Yee e DiMartino chamadas A Ascenção de Kyoshi (2019) e A Sombra de Kyoshi (2020) que dariam uma ótima série ou até série de filmes contando o crescimento e origem da personagem.


A Ordem do Lótus Branco - A Origem

Imagem: fundo rosa-claro com a ilustração em branco do símbolo da Lótus Branca, um círculo com uma flor de lótus dentro, oito pétalas em torno de um círculo de pontos e um círculo branco no centro.


Um dos mistérios de Avatar: a Lenda de Aang que é revelado posteriormente na série é a sociedade secreta conhecida como a Ordem do Lótus Branco, cujo objetivo é transmitir conhecimentos raros transcendendo as Quatro Nações e por vezes protegendo o Avatar dos perigos que o cercam.

A Ordem iniciou-se como uma pequena organização discreta, mas que foi se tornando mais sofisticada ao longos dos anos em que cresceu em membros e segredos e a origem secreta dessa organização poderia servir como uma adição interessante pro Universo Avatar.


June e o Sirsu

Imagem: a personagem June, uma mulher muito pálida, com cabelos pretos, maquiagem escura, em roupas escuras com detalhes de cintos de fivela, uma tatuagem de espiral no braço esquerdo, luvas que cobrem os seus antebraços, e está montada numa criatura, em cima de uma cela e segurando os estribos com uma mão e na outra segurando um chicote.

Uma das personagens mais interessantes de A Lenda de Aang é a caçadora de recompensas e ex-mercenária June e o seu inseparável Sirsu, uma criatura que pode farejar qualquer ser vivo, e que viaja pelo Reino da Terra e a Nação do Fogo aceitando missões de quem pagar mais caro.

Ela é conhecida por ser uma das melhores do ramo e é contratada por Zuko na primeira temporada de A Lenda de Aang.

Com o sucesso de O Mandaloriano na Disney Plus, seria bem interessante ter uma série focada numa caçadora de recompensas atravessando as quatro nações e enfrentando perigos com missões perigosas. 


Kya, a filha do Avatar

Imagem: a personagem Kya, uma mulher da tribo da água, com os cabelos brancos, magra, roupas em tons azuis, olhos azuis, um colar com um pingente de meia-lua e por trás dela uma paisagem montanhosa com névoa.

Em A Lenda de Korra conhecemos Kya, a irmã de Tenzin e filha do meio de Aang e Katara, sendo a única filha deles e uma dobradora de água.

Durante a sua juventude ela decidiu viajar pelo mundo, conhecendo diversos lugares e se tornando uma curandeira por conta própria, além de uma excelente lutadora. 

Nas HQs também descobrimos que ela é uma mulher lésbica e que apesar de ter sido muito bem aceita pelos pais e família, ainda assim sentiu a necessidade de explorar o mundo para "se encontrar". 

Uma série contando as aventuras que ela viveu durante a sua viagem ao redor do mundo seria algo muito interessante para adicionar ao cânon de Avatar. 


A história de Toph

Imagem: cena em tons de sépia da personagem Toph adulta, em um uniforme preto com detalhes dourados e de metal, os cabelos pretos curtos e uma franja na cabeça e os olhos cegos, em um pátio, ao lado de outro policial de Cidade da Republica.


Uma das personagens mais amadas da série original, Toph Beifong, a dobradora de terra mais poderosa de sua geração, poderia render uma narrativa bem interessante.

Ela se torna a primeira Chefe de Polícia da Cidade da República e tem duas filhas com pais diferentes: Lin e Suying Beifong, além de depois ter desaparecido para se conectar espiritualmente com o mundo ao se tornar reclusa num antigo pântano. 

Seria interessante conhecer um pouco mais da vida futura de Toph, além de entender como ela se tornou a disciplinada e durona Chefe da Polícia e dos Dobradores de Metal na Cidade da República.


O Cerco de Ba Sing Se

Imagem: fundo de madeira com um pergaminho com caracteres orientais, como chineses e a ilustração de Lu Ten, o filho do Tio Iroh, um jovem com cabelos pretos presos em coques e uma roupa de soldado da Nação do Fogo.



Cerco de Ba Sing Se ocorreu no final da Guerra dos Cem Anos quando a Nação do Fogo atacou (risos) a capital do Reino da Terra, sendo que as tropas que atacaram a cidade estavam sendo comandadas pelo próprio Tio Iroh.

Esse ataque durou cerca de seiscentos dias e apenas encerrou quando o filho de Iroh, o jovem Lu Ten acabou sendo ferido e morrendo em campo de batalha. Assim, o príncipe ordenou às tropas que retornassem e deixassem a batalha para trás.

Talvez pareça estranho que se faça uma série sobre uma única batalha, mas essa é considerada uma das maiores batalhas da Guerra dos Cem Anos da Nação do Fogo contra os outros reinos do Universo Avatar e um filme em animação com cenas de ação a la Samurai Jack seria uma maneira incrível de nos dar um insight maior sobre a situação da guerra.


Os Nômades do Ar

Imagem: vários nômades do ar, homens com o cabelo raspado e a tatuagens azuis de seta na cabeça, em roupas de tons laranjas como mantos e capas, com bastões e cestas nas mãos e um fundo de floresta.

Uma das possíveis ideias para séries spin-off de Avatar seria explorar a cultura dos Nômades do Ar muitos anos antes da Guerra dos Cem Anos.

Sabemos que existiam quatro grandes templos para os Nômades do Ar, onde muitos deles viviam, treinavam seus acólitos na dobra e cultura pacifista, mas que a maiores deles viajava pelo mundo seguindo o seu próprio caminho. 

Seria bem interessante observar a história de algum desses nômades viajando pelo mundo e tendo aventuras e aprender mais sobre a cultura deles e como ela co-existia com as outras três nações. 


Os Espíritos e o Mundo Espiritual

Imagem: o espírito Wan Shi Tong, que toma uma forma de uma enorme coruja de celeiro, com o corpo e a cabeça coberta por penas pretas, o rosto com um círculo branco, olhos pretos e um bico, e no fundo uma construção de pedra enorme.

Ao longo das duas séries conhecemos diversos espíritos que residem tanto no Mundo Espiritual, quanto no mundo humano como Wan Shi Tong, o espírito em forma de coruja que coleta conhecimento na Grande Biblioteca no Deserto de Si Wong e Hei Bai, o espírito da floresta que assume a forma de um urso panda enorme.

Também conhecemos vários espíritos na era do Avatar Wan e da Avatar Korra, além de Raava e Vaatu, e seria interessante conhecer um pouco mais sobre os espíritos e a sua convivência com os humanos e o Avatar ao longo de outras eras. 


A Lenda de Korra: Guerras Territoriais

Imagem: ilustração da graphic novel em que vemos Korra e Asami, a primeira de pele escura e cabelos castanhos curtos em roupas azuis e a segunda com pele clara e cabelos pretos em roupas vermelhas, montando em um espírito dragão-pássaro com asas cor alaranjada com penas vermelhas, bico e garras voando em um céu arroxeado e rosa.



As Guerras Territoriais são uma trilogia de graphic novels que contam os eventos seguintes ao Livro Quatro de A Lenda de Korra, em que a Avatar Korra e Asami Sato depois de voltarem de suas viagem ao Mundo Espiritual em que a Cidade da República está um caos, com um conflito entre humanos e espíritos emergindo ao mesmo tempo em que o Time Avatar precisa lidar com vários refugiados da guerra querendo se estabelecer nos territórios próximos a Cidade. 

Além de trazer novos personagens e queridos por muitos de volta numa minissérie ou trilogia de filmes baseada nessa história, além de desenvolver o romance entre Korra e Asami, algo que a série não pode fazer quando teve a sua exibição original. 


Aang e o Time Avatar versão adulta

Imagem: ilustração com as versões adultas do Time Avatar, da direita pra esquerda, Aang, careca com uma seta azul na cabeça, barba escura e roupas em tons de vermelho e laranja, Katara, de pele escura e cabelos longos castanhos em roupas de pele em tons azuis, Toph, de cabelos curtos que cobrem a sua testa, usando um vestido e um uniforme de metal que cobre sua roupa toda, os pés descalços, Zuko, com os cabelos pretos longos, roupas da nação do fogo em tons de vermelho-escuro e o olho esquerdo com uma cicatriz vermelha e Sokka, com os cabelos marrom-escuros cortados em um rabo de cavalo, uma barba e roupas de pele em tons azuis, além de uma espada em suas costas e no seu cinto.



Parece bem óbvio que os personagens mais queridos da franquia Avatar sãos os membros do Time Avatar original: Aang, Katara, Sokka, Toph e Zuko são os personagens mais populares e eles poderiam render diversas histórias interessantes sobre os seus dias construindo a Cidade da República e os conflitos que enfrentaram agora como adultos.

Claro sempre existe a possibilidade de isso dar tão certo quando uma peça sobre uma criança amaldiçoada, mas nunca se sabe...


As Guerreiras Kyoshi

Imagem: as Guerreiras Kyoshi da animação A Lenda de Aang, um grupo de garotas em vestidos verdes com detalhes verde-escuros, por cima um tipo de armadura em tom verde-musgo, luvas, espadas curvas nos cintos, os rostos pintados com uma pintura tradicional asiática, toda em branco e as sobrancelhas com uma pintura avermelhada e em preto, como um arco. Os cabelos pretos e presos em um coque alto e todas carregam leques nas mãos. Ao fundo temos um vale e casas em estilo de estrutura chinesa, com telhados de águas altas e baixas.


Um possível spin-off para Avatar seria focar no grupo das Guerreiras Kyoshi, um grupo de guerreiras mulheres que seguem a tradição da Avatar Kyoshi, lutando com ferocidade e sempre acompanhadas de seus leques de batalha e que conhecemos na série original, lideradas por Suki

No final de A Lenda de Aang, temos a Ty Lee, a ex-amiga e aliada de Azula, se tornando uma nova membro das Guerreiras e poderíamos ver ela se adaptando às tradições e missões das Kyoshi ou até mesmo poderíamos ver a origem das Guerreiras e as suas lutas em outros tempos. 


Avatar Chibi

Imagem: os personagens de A Lenda de Aang em estilo chibi, ou seja, com a cabeça maior que o corpo, pequenos e em formato caricatura, da direita para a esquerda, Katara, em roupas azuis e brancas, com cabelo castanho e olhos azuis, Toph, com os cabelos pretos cobrindo os olhos, roupas amarelas com detalhes verdes e uma faixa das mesmas cores na cabeça, Appa, um bisão com o pelo branco e uma seta na cabeça marrom, em pé com o Momo na cabeça, Aang, um garoto careca com uma seta azul na cabeça e roupas laranja e amarelas e Sokka, um garoto com cabelos raspados do lado, um rabo de cavalo curto, em roupas azuis com detalhes brancos, botas segurando um peixe. O fundo é composto por um vale e montanhas por trás.


Entre a segunda e a terceira temporada de A Lenda de Aang tivemos uma série de pequenos curtas animados em formato de Chibi (um traço de desenho bem estilizado com os personagens bem pequenos e em caricaturas) chamada Super Deformed Shorts.

Uma ideia seria trazer mais uma série desses curtas animados com os personagens de A Lenda de Aang e A Lenda de Korra como uma série de comédia em um estilo Teen Titans Go!, bem despretensioso e mais divertido. 


Avatar Wan - Yangchen, Kuruk e outros...

Imagem: o Avatar Wan, um jovem de pele clara, longos cabelos castanho-escuros com uma barba no queixo curta e roupas em tons laranja-claros em uma região de floresta.


A história do Avatar Wan, o primeiro (e muito crushável) de todos os Avatares já foi contada em A Lenda de Korra, mas isso não significa que não poderia ser explorada de alguma forma, assim como os seus sucessores. 

Talvez uma das coisas que poderiam ser feitas seria uma série antológica contando a história de diversos Avatares, em que cada temporada foca em um certo período e em certo conflito de algum Avatar, com o a Avatar Yangchen dos Nômades de Ar e o Avatar Kuruk da Tribo da Água com o seu conflito com o espírito Koh. 


O Mercador de Repolhos - Uma História Avatar

Imagem: cena de A Lenda de Aang com o Mercador de Repolhos, um homem em roupas de tons verde-escuros e marroms com um turbante verde sobre a cabeça e barba cinzenta acariciando um repolho com o rosto e sorridente em uma rua de um vilarejo.



Se existe alguém que sofreu dentro de A Lenda de Aang foi esse personagem conhecido apenas como o Mercador de Repolhos, que sempre teve o seu fiel carrinho de repolhos destruído pelo Time Avatar e poderia ter a sua história contada e como ele fundou a Cabbage Corp e todos os carrinhos de repolhos que perdeu no caminho...


O primeiro filme animado do Avatar Studios terá a sua produção iniciada ainda no segundo semestre desse ano e ainda não tem de estreia confirmada. 


Créditos


Texto: Felipe Lima

Revisão: Felipe Lima


«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga